PUBLICIDADE
Logo do

Flamengo

Favoritar Time

Flamengo se manifesta em ação do Vasco para jogar no Maracanã

Rubro-Negro se defende, ratifica justificativa da manutenção da qualidade do gramado e considera que tese do rival tem base em 'lógica de conversa de botequim'

27 jun 2022 - 17h55
(atualizado às 17h55)
Ver comentários

O Flamengo se manifestou na ação movida pelo Vasco. Após as negativas do Consórcio Maracanã, para o rival jogar no Maracanã contra o Sport, pela Série B do Campeonato Brasileiro, o Rubro-Negro reforçou os argumentos sobre a tentativa de manutenção da qualidade do gramado.

Flamengo reforçar argumentos em ação movida pelo Vasco (Foto: Marcelo Cortes/Flamengo)
Flamengo reforçar argumentos em ação movida pelo Vasco (Foto: Marcelo Cortes/Flamengo)
Foto: Lance!

Além disso, o clube considerou que a tese apresentada pelo Cruz-Maltino tem base em uma 'lógica de conversa de botequim'. Vale destacar, que segundo publicado pelo 'Globo', a Casa Civil vai abrir um processo administrativo e pode aplicar sanções previstas em contrato.

- O que se tem é uma tese, baseada em lógica de discussão de torcedor, que comumente ocorrem nos botequins da cidade. À evidência, não pode o Flamengo basear suas decisões, dentro do âmbito da discricionariedade de uma administração profissional, em lógica de conversa de botequim - afirma um trecho da resposta.

A defesa também argumenta, que o Vasco visa apenas uma maior arrecadação e lembra que no dia anterior ao duelo contra o Sport, o Maracanã vai sediar a partida entre Fluminense e Corinthians, pela 15ª rodada do Brasileirão.

- Não haveria qualquer problema em se pretender ganhar mais, desde que a maximização dos lucros não prejudique a preservação do gramado do Estádio do Maracanã e, assim, não coloque em risco a saúde dos jogadores de futebol e afete a qualidade do espetáculo futebolístico oferecido ao público - afirma outro trecho da manifestação.

Flamengo e Fluminense podem ser punidos com multas e, em última hipótese, com o cancelamento do termo de permissão. O ofício da Casa Civil foi endereçado aos presidentes de ambos os clubes.

Lance!
Publicidade
Publicidade