PUBLICIDADE

Ex-F1, Zanardi é transferido para UTI em "estado gravíssimo"

Atleta foi transferido de helicóptero para hospital

19 jun 2020 13h20
| atualizado às 18h08
ver comentários
Publicidade
Zanardi sofre grave acidente durante prova de paraciclismo
Zanardi sofre grave acidente durante prova de paraciclismo
Foto: ANSA / Ansa

A cirurgia neurológica de Alessandro Zanardi foi concluída e o paratleta foi transferido para a unidade de terapia intensiva do hospital Santa Maria alle Scotte, informou um novo boletim médico nesta sexta-feira (19). O ex-piloto de Fórmula 1 sofreu um grave acidente durante uma etapa da prova "Obiettivo Tricolore" na altura da cidade de Pienza. Segundo os colegas que estavam com ele, o paratleta perdeu o controle de sua handbike, capotou duas vezes e acertou em cheio um caminhão na pista oposta.

"No mérito das condições clínicas de Alex Zanardi, internado em condições gravíssimas no Policlínico Santa Maria alle Scotte por conta de um acidente na estrada ocorrido na província de Siena, a direção médica do AOU Senese informa que a intervenção neurocirúrgica e maxilo facial a qual foi submetido o atleta, por causa do grave traumatismo craniano constatado, começou pouco depois das 19h e foi concluída pouco antes das 22h", diz o comunicado.

Segundo os médicos, o paciente foi transferido para a unidade de terapia intensiva, com prognóstico reservado. "As suas condições de saúde são gravíssimas", finaliza o boletim médico.

O incidente ocorreu no quilômetro 146 da estrada e envolveu um "veículo pesado". Zanardi precisou ser transferido de helicóptero para um hospital na região de Siena, onde foi submetido a uma "delicada neurocirurgia" e suas condições eram "gravíssimas", informou o primeiro boletim médico. Assim que chegou, foi levado para a cirurgia por um "forte traumatismo craniano".

Quem chamou o socorro foram os próprios colegas que participavam da etapa. O campeão olímpico participava de uma das etapas da prova "Obiettivo Tricolore", que contava com participantes do paraciclismo, de ciclismo e de cadeiras de rodas. A ação tinha sido idealizada pelo próprio Zanardi para incentivar o esporte de jovens com algum tipo de deficiência, além de servir de treinamento para os Jogos Olímpicos de Tóquio, que serão realizados no ano que vem. A prova começou no dia 12 de junho e seguiria até o dia 28, envolvendo cerca de 50 atletas paralímpicos do país e cruzaria o território italiano de norte a sul.

O técnico da seleção italiana de paraciclismo, Mario Valentini, falou ao Corriere della Sera: "A etapa acabava em Montalcino, faltava pouco. Estávamos em uma curva, em uma descida que não era difícil, e estávamos a cerca de 50km/h. Alex perdeu o controle da handbike, ele capotou duas vezes e bateu em um caminhão com reboque. O grito foi terrível. Os paramédicos o recuperaram e estava gravíssimo. O helicóptero não conseguia pousar até que uma ambulância o levou para uma praça vizinha onde o piloto pousou e o levou para Siena. Foi terrível".

Zanardi, duas vezes campeão na Cart, soma quatro medalhas de ouro paralímpicas. Ele competiu na Fórmula 1 entre 1991 e 1994, depois indo para o automobilismo norte-americano, onde foi campeão na Cart em 1997 e 1998, regressando no ano seguinte para a F-1. Em 2001, um grave acidente em corrida da Cart na Alemanha o fez perder as duas pernas. O italiano ainda seguiria envolvido no automobilismo, mas aos poucos passou a se concentrar no esporte paralímpico. E faturou dois ouros em Londres-2012 e outros dois no Rio-2016. Nesse momento, se preparava para disputar, em novembro, prova do Campeonato Italiano de GT, pela BMW.

Repercussão

O primeiro-ministro da Itália, Giuseppe Conte, usou as redes sociais para falar sobre o acidente: "você nunca desistiu e com a sua extraordinária força de vontade você superou muitas dificuldades. Força Alex Zanardi, não desista. Toda a Itália luta com você", postou no Twitter.

O presidente do Comitê Paralímpico Italiano, Luca Pancalli, afirmou que a notícia do acidente de Alessandro Zanardi é algo "terrível". "Estou comovido, sem palavras. É uma notícia terrível. Estamos nas mãos dos médicos, mas confiamos na força de Alex", ressaltou.

Muitos atletas, políticos e personalidades tamnbém se manifestaram desejando a recuperação de Zanardi. Entre os primeiros a publicarem mensagens de apoio, estava a nadadora campeã olímpica Federica Pellegrini. "Força Alex... agora você precisa fazer de tudo", publicou a atleta em seu Instagram. O ministro italiano do Esporte, Vincenzo Spadafora, também usou as redes sociais para desejar "força" para o atleta.

A cidade natal de Zanardi, Bolonha, publicou uma mensagem dizendo que "toda a cidade torce por você". O paratleta passou sua infância em Castel Maggiore, a poucos quilômetros da cidade capital da província, e em 2005 se mudou para Pádua. "Caro Alessandro, você sabe lutar. A Toscana e a Itália estão todas ao seu lado", escreveu o governador da Região da Toscana, Enrico Rossi.

A Fórmula 1 também se manifestou através de uma nota oficial e afirmou que "os pensamentos de todos da F1 estão com Alex".

Com informações da agência Ansa e do Estadão Conteúdo.

Fonte: Equipe portal
Publicidade
Publicidade