5 eventos ao vivo

Corinthians "mata" Inter no 1º tempo e encerra tabu em casa

17 jul 2014
21h29
atualizado em 10/12/2014 às 12h10
  • separator
  • 0
  • comentários

Depois de perder para o Figueirense na inauguração e ver Brasil, Argentina, Bélgica, Holanda e Uruguai vencerem no novo estádio, o Corinthians finalmente conquistou o primeiro resultado positivo na Arena. Com gols de Guerrero e Fagner, e Cláudio Winck para o time gaúcho, o clube alvinegro derrotou o Internacional por 2 a 1, nesta quinta-feira, e assumiu a vice-liderança do Campeonato Brasileiro.

<p>Fagner comemora com Jadson e com o estreante Elias a vitória corintiana</p>
Fagner comemora com Jadson e com o estreante Elias a vitória corintiana
Foto: Ricardo Matsukawa / Terra

A vitória levou o Corinthians aos 19 pontos, mesmo número que o São Paulo, e três atrás do Cruzeiro, que venceu o Vitória por 3 a 1. Já o clube gaúcho está na oitava posição, com 16 pontos, e segue sem vencer como visitante: são quatro empates e agora a primeira derrota.

A partida marcou o retorno de Elias ao Corinthians. Contratado em abril junto ao Sporting, o volante teve que esperar a abertura da janela internacional para defender a camisa alvinegra. Dos outros três reforços, apenas Romero ficou à disposição do técnico Mano Menezes, no banco de reservas, e entrou nos minutos finais. O meio-campista uruguaio Lodeiro e o zagueiro Anderson Martins aguardam regularização para poder atuar.

Nos primeiros toques de bola das equipes pós Copa do Mundo, foi o Inter quem teve a primeira chance. Rafael Moura fez o goleiro Cássio trabalhar logo a 1min, após receber bom passe e chutar forte. Mas a resposta corintiana veio em seguida: aos 6min, Jadson encontrou o peruano Guerrero sozinho na área, e o camisa 9 abriu o placar.

A pressão dos donos da casa permaneceu e, aos 9min, foi a vez de Guerrero dar o passe para o segundo gol da partida. Da esquerda, o atacante inverteu para o lateral direito Fagner, que chutou firme e viu a bola bater na trave antes de balançar as redes. Ainda na primeira etapa, Abel Braga tirou João Afonso, que já havia recebido cartão amarelo, para a entrada de Claudio Winck, mas o clube gaúcho não teve grandes oportunidades.

O Inter aproveitou o retorno da Série A para homenagear o ex-jogador e capitão da conquista do Mundial em 2006, Fernandão, que morreu no início do mês de junho em um acidente de helicóptero, em Goiás. Todos os jogadores entraram em campo com uma faixa preta escreita "F9".

Logo no início do segundo tempo o Corinthians teve chance de ampliar com Luciano. O jovem atacante recebeu passe de Guerrero e, de cabeça, tentou o canto esquerdo do gol de Dida, mas a bola saiu pela linha de fundo. Sem correr riscos, Mano promoveu as entradas de Romarinho, no lugar de Luciano, e Bruno Henrique, na vaga de Elias, que saiu muito aplaudido. Ainda houve tempo para a estreia de Romero, que entrou no lugar de Guerrero, aos 41min.

Aos 39min, o Internacional teve a melhor chance da partida. Valdívia, que entrou no lugar de Jorge Henrique, chutou firme e exigiu boa defesa de Cássio. Mas aos 45min o lateral Winck recebeu passe de Wellington Silva e, de cabeça, conseguiu vencer a defesa corintiana e fazer o gol, diminuindo o placar.

Na próxima rodada o Corinthians enfrenta o Vitória, no Barradão, às 16h (de Brasília). Já o Internacional volta ao Beira-Rio depois de o estádio ser palco de jogos da Copa do Mundo e recebe o Flamengo, também às 16h (de Brasília). As duas partidas acontecem no domingo.

Fonte: Terra
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade