0

Conselho de Orientação do Corinthians reprova as contas do balanço de 2019

13 jul 2020
22h06
atualizado às 22h06
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator

O Conselho de Orientação (Cori) do Corinthians reprovou as contas do balanço de 2019 apresentado pela atual gestão com um déficit recorde de R$ 177 milhões. A decisão foi tomada em reunião por videoconferência na noite desta segunda-feira.

O grupo se mostrou bastante dividido quanto ao tema e a conclusão pela reprovação saiu com a diferença de apenas um voto: 6 a 5. Antes, sete membros haviam votado a favor de se ter a votação já nesta segunda-feira.

O Cori ainda pode se reunir novamente, a pedido daqueles que foram a favor da aprovação dos números, para tratar do balanço com as inclusões de pendências com J.Malucelli e o fisioterapeuta Julio Suman, que no parecer do Conselho Fiscal, não foram representadas da maneira correta dentro do balanço oficial. O posicionamento, no entanto, não se altera mais.

Desta maneira, o balanço de 2019 tem sugestão de reprovação tanto do Conselho Fiscal quanto do Conselho de Orientação. Agora, aguarda-se a data que o Conselho Deliberativo escolherá para que seus 322 membros definam de uma vez por todas qual será a posição do órgão quanto ao polêmico balanço.

A reunião era para ter acontecido em abril e foi adiada devido a pandemia do coronavírus. A expectativa é que o encontro aconteça em agosto, já que as eleições do clube estão agendadas para 28 de novembro.

Caso as contas sejam, de fato, reprovadas, Andrés Sanchez poderia até sofrer um processo de impeachment, mas a possibilidade não é vista como eficaz mesmo dentro da oposição por causa do pouco tempo de mandato que o atual presidente tem pela frente.

A reunião virtual desta segunda-feira durou cerca de três horas. Veja como votaram os membros do Cori:

Quem votou pela reprovação das contas de 2019:

Mario Gobbi Filho

José Antonio Avenia Neri

Carlos João Eduardo Senger

Pedro Luis Soares

Claudio Faria Romero

Alexandre Silveira Palhares

Quem votou pela aprovação das contas de 2019:

Ademir de Carvalho Benedito

Roberto de Andrade

Armando da Costa Pacheco

Joaquim de Souza Gonçalves

Yule Pedroso Bisetto

Quem votou a favor de que o Cori votasse o balanço nesta segunda:

Mário Gobbi Filho

José Antonio Avenia Neri

Carlos João Eduardo Senger

Pedro Luis Soares

Claudio Faria Romero

Roberson de Medeiros

Alexandre Silveira Palhares

Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade