PUBLICIDADE
Logo do Botafogo

Botafogo

Favoritar Time

Resende se manifesta após denúncia de Jeffinho, do Botafogo

Atacante acusa ex-clube de cometer apropriação indébita da transferência ao Lyon, em janeiro de 2023

14 jun 2024 - 14h51
(atualizado às 15h55)
Compartilhar
Exibir comentários
Foto: Vitor Silva/Botafogo - Legenda: Jeffinho em campo pelo Glorioso / Jogada10

O Resende se pronunciou oficialmente depois da denúncia feita por Jeffinho, atacante do Botafogo. Afinal, o jogador registrou um boletim de ocorrência na segunda-feira (10/06) e acusou seu ex-clube de cometer apropriação indébita (apropriar-se de algo alheio e manter como posse).

O Resende negou que tenha cometido apropriação indébita e cobrou um pagamento do Botafogo.

Confira a nota oficial do Resende

"O Resende FC recebeu com surpresa, por meio da imprensa, a atitude do jogador Jeffinho. Lamentamos que o atleta que encontrou as portas do clube abertas, aos 19 anos - idade que poucos clubes se dispõe a avaliar atletas aspirantes - tenha tido uma atitude incondizente com a verdadeira situação. Nosso carinho pelo atleta que recebemos, dos campos de pelada, e que chegou ao Lyon, se mantém o mesmo, mas refutamos a postura e atitude do staff do jogador, que vem conduzindo a questão de forma equivocada e, até mesmo, truculenta", informou o Resende em nota divulgada pelo "ge".

O Resende FC reafirma seu compromisso com funcionários, parceiros e fornecedores, deixando claro que honra seus compromissos, mantendo as obrigações de quem executa um projeto de formação exemplar, rigorosamente em dia. Não há e nunca houve apropriação indébita. Tão logo o Botafogo pague os valores devidos ao Resende FC, o atleta receberá o valor contratado. Quando o Resende FC tiver ciência completa do mencionado na matéria jornalística, tomará todas as medidas legais cabíveis", completou o Resende.
 
 

Entenda a polêmica

A polêmica começou depois da transferência de Jeffinho ao Lyon, em janeiro de 2023. A negociação do atacante girou em torno de 10 milhões de euros (cerca de R$58 milhões). Na época, ficou definido que 60% da transação seria repassada ao Botafogo e 40% ao Resende, clube formador do atleta.

No entanto, Jeffinho, por ser dono de uma fatia dos próprios direitos econômicos, tinha direito de receber 20% do valor transferido ao Resende. O atacante, por outro lado, recebeu apenas 10% do ex-clube. O jogador, dessa forma, registrou um boletim de ocorrência e cobrou pelos valores restantes do acordo.

Aliás, Jeffinho pertence ao Lyon e está emprestado ao Botafogo até dezembro de 2024. O atacante tem 18 jogos disputados nesta temporada, com cinco gols e duas assistências. O jogador atualmente está fora dos gramados. Afinal, ainda se recupera de uma lesão na coxa direita.

Siga o Jogada10 nas redes sociais: TwitterInstagram e Facebook.

Jogada10
Compartilhar
Publicidade
Seu Terra












Publicidade