PUBLICIDADE
Logo do

Botafogo

Meu time

Chay, Luís Oyama... Últimos reforços melhoram desempenho do Botafogo

Adições recentes ao elenco do Alvinegro são importantes para equipe melhorar na criação e ter bom início na Série B do Campeonato Brasileiro

14 jun 2021 06h02
| atualizado às 08h38
ver comentários
Publicidade

No último domingo, o Botafogo venceu o Remo por 3 a 0, realizando a sua melhor performance desde o início da campanha na Série B do Brasileirão. A vitória não veio ao acaso: nas últimas semanas, o Alvinegro realizou contratações para dar corpo ao meio de campo e ataque, que mostrou dificuldade para criar no Campeonato Carioca.

Chay e Luís Oyama (Foto: Vítor Silva/Botafogo)
Chay e Luís Oyama (Foto: Vítor Silva/Botafogo)
Foto: Lance!

Em menos de 15 dias, o clube chamou reforços para o elenco. Chay, Luís Oyama, Daniel Borges, Barreto, Diego Gonçalves e He-Man foram contratados para dar mais ofensividade ao time, o que se mostrou uma aposta acertada, tendo em vista o último desempenho.

O técnico Marcelo Chamusca comemorou a chegada dos jogadores e falou sobre o desafio de encaixar o time em entrevista coletiva após a partida contra o Remo, falando sobre o processo de ambientação dos novos atletas.

— Nós continuamos com o mesmo comportamento que norteou até agora o nosso trabalho. Analisamos a performance dos nossos jogadores e de quem foi contratado. O trabalho inicial é inserir quem acabou de chegar. Nós continuamos analisando o mercado, não existe nenhuma posição que tenha alguma carência que a gente precisa contratar alguém. Os últimos jogadores que chegaram precisam ser melhor inseridos, nosso foco está em melhorar a capacidade de entendimento. As contratações melhoraram muito o time, mas eu não gosto nunca de falar que o elenco está fechado. Nossa análise é permanente, o mercado pode nos oferecer um jogador interessante - afirmou.

Conheça melhor os recém-chegados ao Botafogo:

Chay: após ser o destaque da Portuguesa-RJ no Carioca 2021, o jogador de 30 anos chegou e em pouco tempo conquistou uma vaga de destaque. Joga pelo esquerdo do campo e se destaca pelos dribles em curto espaço. Já tem dois gols e uma assistência em três partidas.

Luís Oyama: outro dos recém-chegados que teve uma adição ao time a curto prazo. O meio-campista somou na saída de bola da equipe e já chegou como titular, ajudando na organização do setor.

Daniel Borges: com a lesão de Jonathan, chegou para ser uma solução na lateral, mas ainda não teve o espaço esperado porque Warley ganhou sequência na posição. É um atleta com viés ofensivo, que gosta de ir ao ataque.

Barreto: relacionado pela primeira vez contra o Remo, é o único dos reforços que ainda não entrou em campo. É um volante marcado pela força física e proteção à linha de defesa.

Rafael Moura: ainda sem ritmo de jogo por ter ficado três meses sem atuar, o He-Man ganhou alguns minutos diante do Remo, mas a tendência é que possa ajudar mais diante do Londrina, na próxima quinta-feira. Tem destaque pelo jogo aéreo e presença de área.

Diego Gonçalves: ganhou minutos no segundo tempo diante do Remo, mas não teve nenhum lance de destaque. É um ponta de velocidade, que tenta descidas em diagonal.

Lance!
Publicidade
Publicidade