PUBLICIDADE
Logo do

Seleção da Bósnia

Favoritar Time

Torcedores da Bósnia esperam ficar em 2º lugar no Grupo F

15 jun 2014 19h45
| atualizado às 21h21
ver comentários
Publicidade
Torcedoras da Bósnia, apesar de minoria, brilham no Estádio do Maracanã, na noite deste domingo
Torcedoras da Bósnia, apesar de minoria, brilham no Estádio do Maracanã, na noite deste domingo
Foto: Getty Images

Não chega a ser como encontrar agulha em um palheiro, mas achar bósnios nas arena da Fifa Fan Fest não é tarefa fácil. Porém, a animação deles não deixou a dever à da multidão de argentinos nas areias da Praia de Copacabana. Com o rosto pintado e faixa com as cores do país, um grupo de bósnios gritava durante a execução do seu hino. Essa é a primeira vez que a Bósnia-Herzegovina participa da Copa do Mundo, desde que se tornou um país independente.

Quer acompanhar as notícias e jogos da sua seleção? Baixe nosso app. #TerraFutebol

"Acho que vamos terminar a primeira fase em segundo lugar do nosso grupo, porque somos melhores que o Irã e a Nigéria", disse Arijana Trkulja, de 31 anos. Para ela, o ponto forte de sua equipe é a estratégia usada em campo. "E temos bons jogadores, que jogam em times da Europa, na Itália e na Inglaterra", disse Arijana.

A partida mal tinha começado quando a Argentina fez um gol e a bósnia Jasmina Jazic, de 31 anos, levou a mão à cabeça, em sinal de desapontamento. Apesar de serem minoria em Copacabana, ela disse que não tinha medo de eventuais tumultos na arena. "Os hooligans estão no estádio. Aqui só tem gente boa, como nós", disse Jasmina.

Já Arijana admitiu estar um pouco inibida para gritar. "Tenho um pouco de medo, porque somos minoria aqui. Mas acredito que vamos ganhar de 2 x 1, porque treinamos muito", afirmou Arijana, antes da bola começar a rolar.

Quando a Bósnia marcou no segundo tempo, torcedores de outras nacionalidades que estavam na Fan Fest se "naturalizaram" e viraram bósnios. Muitos dos que estavam "secando" a Argentina eram brasileiros, que não continham o grito de "vai, chuta", quando o ataque da Bósnia tentou nos últimos minutos o empate.

Fonte: Terra
Publicidade
Publicidade