0
Logo do BOA EC
Foto: Antonio Cicero/FramePhoto / Gazeta Press

BOA EC

Inter perde em casa para o Boa Esporte e é vaiado

1 jul 2017
18h21
atualizado às 18h25
  • separator
  • comentários

O Internacional perdeu a invencibilidade no estádio Beira-Rio. Neste sábado, o Colorado recebeu a visita do Boa Esporte, em partida válida pela 11ª rodada da Série B, e sem apresentar um grande futebol, acabou derrotado pelo placar de 1 a 0. Ao final da partida, parte da torcida colorada vaiou o time.

O Inter acabou pagando pela fragilidade da defesa. O sistema, que não sofria gols a três partidas, acabou deixando o Boa Esporte tocar a bola com tranquilidade na entrada da área e Diones marcou o gol da vitória. O clube também sofreu para criar jogadas e pouco incomodou o time mineiro.

Diones, do Boa Esporte, comemora o gol que marcou no duelo contra o Inter, no Beira-rio
Diones, do Boa Esporte, comemora o gol que marcou no duelo contra o Inter, no Beira-rio
Foto: LUIZ MUNHOZ/Gazeta Press

Com a derrota em casa, o Inter pode até deixar o G4 da Série B do Brasileirão. O time do técnico Guto Ferreira estacionou na quarta posição, com 17 pontos e pode ser ultrapassado pelo América-MG, que entra em campo às 19h00 (de Brasília) e possui um ponto a menos que os gaúchos. Já o Boa Esporte chegou à 15 pontos e subiu para a décima posição.

No próximo sábado, o Inter enfrenta o Criciúma, novamente em casa. Enquanto o BEC recebe o CRB, também no sábado.

O jogo - O Internacional começou a partida buscando o gol, enquanto o Boa Esporte mantinha a postura defensiva. O time visitante se livrava rapidamente da bola e o Colorado somava mais posse de bola. No entanto, pouco conseguia criar e esbarrava na retranca do time mineiro.

Com dificuldades para furar a defesa, o Inter passou a apostar em chutes de fora da área. Apesar de contar com jogadores que têm bom aproveitamento de média distância, o Colorado não conseguiu aproveitar as chances. Quem também não aproveitou a chance de abrir o placar foi o BEC.

Em rápido contra-ataque, o lateral direito Ruan recebeu bom lançamento nas costas de Carlinhos e saiu cara a cara com o goleiro Danilo Fernandes. Na hora de finalizar, o jovem do time mineiro tentou acertar o canto direito do arqueiro, mas acabou chutando para fora e desperdiçando a melhor chance do primeiro tempo.

Perto do final da primeira etapa o Boa Esporte cresceu na partida e levou perigo ao gol de Danilo Fernandes. Em duas cobranças de falta, Fellipe Matheus quase acertou o ângulo direito do goleiro, que voou para salvar o Colorado. Ao final do primeiro tempo, parte da torcida gaúcha vaiou o time.

Logo no começo do segundo tempo, o Boa Esporte precisou de apenas uma jogada de ataque para abrir o placar. Após bom toque de bola no meio-campo, Ramon tocou para Diones que apareceu bem posicionado entre os zagueiros colorados e finalizou rasteiro, sem chances para Danilo Fernandes: 1 a 0.

Com a vantagem no placar, o Boa passou a se fechar ainda mais e apostar em mais um contra-ataque. Enquanto isso, o Colorado mantinha a bola nos pés, aumentava a posse de bola, mas voltava a encontrar dificuldades para criar jogadas.

Já na reta final da partida, o zagueiro Júlio Santos levou a pior em uma discussão contra o jovem atacante Diego e levou o segundo cartão amarelo, seguido do vermelho. Com 38 minutos no relógio, o Boa se fechou e conseguiu segurar a boa vitória fora de casa.

FICHA TÉCNICA

INTERNACIONAL 0 X 1 BOA ESPORTE

Local: Estádio Beira-Rio, em Porto Alegre (RS)

Data: 01 de julho de 2017, sábado

Horário: 16h30 (de Brasília)

Árbitro: Pablo dos Santos Alves (PB)

Assistentes: Márcio Freire Lopes (PB) e Tomaz Diniz de Araújo (PB)

Cartões amarelos: Danilo Silva, Rodrigo Dourado, Carlinhos e Eduardo Sasha (Inter); Paulinho, Ramon, Reis, Júlio Santos e Wesley (Boa Esporte)

Cartão vermelho: Júlio Santos (Boa Esporte)

GOLS: Diones aos 6 minutos do segundo tempo (Boa Esporte)

INTERNACIONAL: Danilo Fernandes; Fabinho, Klaus, Danilo Silva e Carlinhos; Rodrigo Dourado, Charles, Mossoró (Juan), D'Alessandro; Brenner (Diego) e Eduardo Sasha (Roberson)

Técnico: Guto Ferreira

BOA ESPORTE: Daniel; Ruan, Júlio Santos, Douglas Assis e Paulinho; Escobar, Diones, Fellipe Mateus, Ramon (Thaciano) e Reis (Eduardinho); Wesley (Caíque)

Técnico: Nedo Xavier

Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade
publicidade