PUBLICIDADE

LeBron James se torna 1º atleta da NBA a ganhar US$ 1 bilhão enquanto ainda joga

O astro chega aos 10 dígitos em faturamento após o lançamento do filme "Space Jam: um novo legado"

22 jul 2021 17h19
ver comentários
Publicidade

LeBron James adicionou mais um recorde para a sua coleção. O novo camisa 6 do Los Angeles Lakers se tornou o primeiro atleta da NBA a atingir a marca de US$ 1 bilhão (R$ 5,2 bilhões na cotação atual) em ganhos enquanto ainda joga, de acordo com o site Sportico. O astro chega aos 10 dígitos em faturamento após o lançamento do filme "Space Jam: um novo legado", no qual ele é a principal estrela.

Além do recorde na NBA, LeBron James se torna o primeiro atleta a atingir a marca em uma equipe americana. Alguns outros esportistas ao redor do mundo já atingiram essa marca. O português Cristiano Ronaldo e o argentino Lionel Messi, no futebol, o suíço Roger Federer, no tênis, e o americano Floyd Mayweather, no boxe, são os outros atletas que também ganharam US$ 1 bilhão.

Somente em salários, o astro dos Lakers recebeu aproximadamente US$ 330 milhões (R$ 1,71 bilhão) durante toda a sua carreira, desde 2003. Com anúncios e comerciais, LeBron James fez os outros US$ 670 milhões (R$ 3,49 bilhões) para atingir a marca do bilhão.

Além dos ganhos como atleta, LeBron James também tem um bom faturamento anual com seus patrocinadores fixos. Nike, Pepsi, AT&T, Beats, GMC e algumas outras marcas pagam cerca de US$ 100 milhões (R$ 520,1 milhões) ao astro anualmente.

Um dos motivos para ter esse alcance tão grande são as redes sociais do astro. Os patrocinadores o querem e buscam explorar os mais de 167 milhões de seguidores (somando todas as suas redes sociais). Apenas Cristiano Ronaldo, Messi, Neymar e Virat Kohli (jogador de críquete da Índia) possuem um número maior de seguidores.

Embora tenha atingido a marca do bilhão, LeBron James ainda tem um longo caminho se quiser chegar em Michael Jordan. Também de acordo com o site Sportico, o ex-jogador do Chicago Bulls tem mais de US$ 2 bilhões (R$ 10,4 bilhões) desde 1984, ano que entrou na NBA, mas só conseguiu chegar ao primeiro bilhão depois que se aposentou.

Estadão
Publicidade
Publicidade