PUBLICIDADE

Ayrton Senna ganha homenagem em evento com Pelé e Oscar Schmidt em SP

4 nov 2013 15h34
| atualizado às 17h17
ver comentários
Publicidade

Pelé foi um dos convidados para participar nesta segunda-feira de um evento em homenagem a Ayrton Senna. Durante a sabatina coordenada pelo apresentador Luciano Huck, o ex-camisa 10 do Santos e da Seleção Brasileira lembrou a convivência que teve com o tricampeão mundial de Fórmula 1, em especial por conta de um amigo em comum: Antônio Carlos de Almeida Braga, o Braguinha.

Pelé relembra "selinho" de Sheik após "noite" com Huck:

Braguinha, 87 anos, é empresário aposentado do ramo de seguros e do mercado financeiro. Amigo de longa data de nomes como Pelé, Ayrton Senna, Emerson Fittipaldi e da família Marinho (das Organizações Globo), Braguinha recebia Senna em uma de suas casas em Portugal. No entanto, os três jamais se encontraram em Portugal.

“Eu estive com ele (Senna) várias vezes. Ele tinha uma casa no Guarujá (SP), onde eu moro. Mas o mais engraçado é o seguinte: eu tenho um amigo, o Braguinha, que adorava o Ayrton. Quando ele (Senna) ia para Portugal, ele ficava na casa do Braguinha. E eu dizia: você (Braguinha) é esnobe, não vai na minha casa, você é puxa-saco do Senna”, relembrou.

O evento também contou com a presença de Bruno Senna, Oscar Schmidt e Viviane Senna. Enquanto o ídolo da Seleção Brasileira masculina de basquete dedicou palavras ao empenho do tricampeão nas pistas, a irmã do ex-piloto recordou as características fora delas.

“(No começo de carreira), ou ele ganhava ou ele quebrava. Ele não fazia segundo, terceiro, quarto lugar. Isso para ele era uma desonra. Depois, ele começou a entender que talvez fosse importante chegar em segundo, terceiro. Até que alguém aconselhou que talvez fosse importante fazer os pontos”, comentou Oscar.

“A gente via ali não só um brasileiro vitorioso, campeonatos e corridas ganhas, mas alguém que tinha valores, atitudes, posturas”, citou Viviane. “O maior legado do Ayrton são essas posturas, esses valores: disciplina, paixão, trabalho duro, busca da perfeição”, completou.

Oscar relembra dia em que Senna falou com Deus:
<a data-cke-saved-href="http://esportes.terra.com.br/infograficos/campeoes-copa/" href="http://esportes.terra.com.br/infograficos/campeoes-copa/">Campeões da Copa</a>
Fonte: Terra
Publicidade
Publicidade