PUBLICIDADE

Norris lamenta erro da McLaren que custou 5º lugar na Inglaterra: "Demos de graça"

Lando Norris demonstrou alívio por ver Alexander Albon e Guanyu Zhou bem depois de acidente assustador na primeira curva, ressaltou batalha na pista com Lewis Hamilton, mas lamentou escolha da McLaren que o fez perder quinto lugar para Fernando Alonso

3 jul 2022 - 16h57
Ver comentários
Norris ressaltou batalhas na pista, mas queria ter terminado à frente de Alonso
Norris ressaltou batalhas na pista, mas queria ter terminado à frente de Alonso
Foto: AFP / Grande Prêmio

FÓRMULA 1 2022 AO VIVO: QUE CORRIDA! TUDO SOBRE A VITÓRIA DE CARLOS SAINZ NA INGLATERRA | Briefing

Em corrida marcada pelo incidente ainda na primeira curva que tirou três carros da disputa e levou Guanyu Zhou a ficar preso entre a barreira de pneus e o alambrado, Lando Norris se manteve longe dos incidentes para garantir o sexto lugar para a McLaren no GP da Inglaterra. Após a prova, o britânico fez questão de demonstrar alívio com o estado de saúde de Alexander Albon e o chinês — que foram levados ao hospital e ao centro médico, respectivamente —, além de parabenizar Carlos Sainz pela primeira vitória na Fórmula 1.

"Quero começar dizendo que é bom ver Alex [Albon] e Zhou saírem dos carros, nunca é uma coisa legal ver isso na corrida", começou Norris, aliviado por ver os rivais escaparem do acidente sem maiores problemas. "Estou feliz por Carlos [Sainz], já era hora dele ganhar uma corrida. Estou muito feliz por ele", afirmou.

Sobre a corrida, Norris destacou a dificuldade de se manter próximo aos carros da frente, com a Ferrari demonstrando um ritmo superior e a Mercedes subindo de nível em Silverstone, inclusive levando a batalha aos carros da frente.

O sexto lugar foi comemorado pela McLaren, mas poderia ter sido quinto se Norris fosse chamado uma volta antes (Foto: McLaren)

▶️ Inscreva-se nos dois canais do GRANDE PRÊMIO no YouTube: GP | GP2

"Você precisa ter fé nas pessoas. Quando eles te respeitam e entendem o tamanho do carro, então é sempre divertido disputar com eles", explicou o britânico. "Ele [Sainz] está em uma Ferrari que é 1s mais rápida do que eu. Foi legal batalhar com Lewis [Hamilton] também, mas precisei deixá-lo passar", lamentou.

Por fim, Norris ainda lamentou uma escolha estratégica da McLaren que o fez perder uma posição antes do fim. Enquanto andava à frente de Fernando Alonso, Lando viu o espanhol se dirigir aos boxes primeiro quando o safety-car entrou com o abandono de Esteban Ocon. Assim, quando enfim o time laranja chamou o inglês na volta seguinte, o bicampeão mundial conseguiu se manter à frente no momento em que o carro #4 emergiu do pit-lane.

"Tivemos que decidir se iríamos utilizar [pneus] duros ou macios", alegou. "Tomamos a decisão errada de parar na segunda volta [após a entrada do safety-car] e permitimos a Alonso passar com um pit-stop de graça sobre nós. Se eu tivesse parado primeiro, ele teria ficado na pista e eu poderia ter levado vantagem com um pneu melhor", finalizou.

A Fórmula 1 retorna já no próximo final de semana, com a disputa do GP da Áustria, no Red Bull Ring, marcado para acontecer entre os dias 8 e 10 de julho.

Acesse as versões em espanhol e português-PT do GRANDE PRÊMIO, além dos parceiros Nosso Palestra e Teleguiado.

Grande Prêmio
Publicidade
Publicidade