PUBLICIDADE

Leclerc exalta ritmo da Ferrari em Mônaco e diz que "só precisava acertar volta"

Charles Leclerc disse que o fim de semana tem sido bastante tranquilo e elogiou bastante o ritmo da Ferrari em Mônaco. Para a corrida, ele torce por pista seca, mas afirmou que a equipe "será competitiva em qualquer condição"

28 mai 2022 12h44
ver comentários
Publicidade
Charles Leclerc vai largar na frente em seu GP caseiro
Charles Leclerc vai largar na frente em seu GP caseiro
Foto: Ferrari / Grande Prêmio

Dessa vez, Charles Leclerc fez tudo certo em Mônaco. O piloto fez valer o melhor acerto da Ferrari para as ruas de Monte Carlo, cravou 1min11s376 ainda na sua primeira tentativa no Q3 e viu ninguém conseguir superar a marca. Ao final da sessão, bastante feliz por largar na pole-position em casa, o monegasco disse que sabia que era apenas questão de não cometer erros.

"É muito especial. Estou incrivelmente feliz", vibrou Leclerc, sendo ovacionado pela torcida local. "O fim de semana tem sido bem tranquilo até agora, eu sabia o ritmo que tinha no carro e só precisei fazer o meu trabalho", acrescentou.

▶️ Inscreva-se nos dois canais do GRANDE PRÊMIO no YouTube: GP | GP2

Charles Leclerc está muito confiante para o GP de Mônaco (Foto: Ferrari)

A Ferrari começou a pintar como favorita à pole-position nos treinos livres, mas sempre com a Red Bull muito próxima. A dois minutos do fim do Q3, Max Verstappen vinha em volta rápida, ainda que fosse mais lento que Leclerc no primeiro setor, mas o piloto da Red Bull nem teve chances de tentar descontar no resto do trajeto, já que a batida de Sergio Pérez e Carlos Sainz provocou bandeira vermelha e encerrou a classificação.

"Tudo correu perfeitamente. A última volta, antes da bandeira vermelha, foi muito, muito boa. De qualquer forma, nada mudou para nós", completou o vice-líder do Mundial, que terá o companheiro de Ferrari ao seu lado na largada. "O carro estava incrível, e é ótimo ter Carlos comigo na primeira fila."

Leclerc explicou ainda que a maior dificuldade foi manter os pneus aquecidos por conta do tráfego e também sentiu o carro saindo de traseira, mas nada que comprometesse o seu tempo de volta. Para a corrida, ele torce por pista seca, embora esteja ciente de que tem em mãos um carro preparado para qualquer condição.

"Uma corrida em pista seca é um pouco mais previsível, mas aconteça o que acontecer, seremos competitivos, então vamos ficar bem", finalizou.

Acesse as versões em espanhol e português-PT do GRANDE PRÊMIO, além dos parceiros Nosso Palestra e Teleguiado.

Grande Prêmio
Publicidade
Publicidade