0

Em 15º, Massa fura pneus e perde sequência de 13 provas com pontos

21 abr 2013
11h21
atualizado às 14h47
  • separator
  • 0
  • comentários

Em uma corrida recheada de incidentes, Felipe Massa terminou o Grande Prêmio do Bahrein no 15º lugar e viu encerrada uma sequências de 13 provas na zona de pontuação. Neste domingo, o brasileiro teve a asa dianteira avariada logo nas primeiras voltas, após toque com o alemão Adrian Sutil, da Force India, e depois teve o pneu traseiro direito furado em duas ocasiões.

Massa teve problemas com pneus no GP do Bahrein
Massa teve problemas com pneus no GP do Bahrein
Foto: Reuters

Massa não deixava uma etapa da Fórmula sem pontuar desde o 12º posto obtido no GP da Alemanha, em Hockenheim, em 22 de julho de 2012. Desde então ele havia completado 13 corridas na zona de pontuação, sendo dez na última temporada e três na atual. A sequência ajudou o brasileiro a renovar o contrato com a Ferrari, que expirava no final do ano passado, até 2013.

Neste domingo, Massa tinha chances de ampliar a série ao largar na quarta posição do GP do Bahrein. Na primeira volta, ele foi ultrapassado pelo britânico Paul di Resta, da Force India, e se defendeu dos ataques de Sutil.

Quando era o terceiro colocado, o brasileiro não conseguiu retardar as paradas para troca de pneus após largar com o composto mais duro, fazendo um pit stop na 11ª volta, junto à maioria dos rivais – a Ferrari optou por não trocar a asa dianteira, apesar da pequena avaria após o toque com Sutil.

Massa retornou à pista na nona posição e estava na quinta quando sofreu pela primeira vez com o pneu traseiro direito furado, dirigindo-se aos boxes. Mais tarde, o problema se repetiria, com o composto na mesma localização se esfacelando, o que forçou um novo pit stop.

Em entrevista depois da corrida, Massa não soube precisar a razão pela qual seus pneus cederam daquela maneira e disse que o caso seria verificado pela Ferrari. Diretor técnico da Ferrari, Pat Fry afirmou que o segundo problema do brasileiro "provavelmente" foi provocado por um furo no pneu, enquanto que motivo do primeiro "ainda não estava claro". O dirigente acrescentou que "é muito provável que em parte isso deva se atribuir à presença de detritos na pista". 

O brasileiro, ao final, terminou a prova com quatro paradas nos boxes e no 15º lugar a 86s354 do líder, o alemão Sebastian Vettel, da Red Bull. “Mais não se podia fazer levando-se em conta a má sorte!”, lamentou a Ferrari no Twitter, em referência às provas de seus dois pilotos: o espanhol Fernando Alonso foi o oitavo colocado após sofrer com problemas no sistema de abertura de asa móvel (DRS) de seu carro.

Fonte: Terra
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade