PUBLICIDADE

Colômbia quer sediar etapa da Fórmula 1 em Barranquilla

Presidente Iván Duque, revelou negociações com a Liberty Media para organizar um GP em circuito de rua às margens do mar do Caribe

23 jan 2022 15h26
| atualizado às 15h46
ver comentários
Publicidade
Temporada 2022 da Fórmula 1 terá 23 etapas, um recorde da categoria.
Temporada 2022 da Fórmula 1 terá 23 etapas, um recorde da categoria.
Foto: Divulgação/Formula 1 / Estadão

O país que teve Roberto Guerrero como precursor e foi berço de Juan Pablo Montoya, que defendeu a Williams e a McLaren entre as décadas de 1990 e 2000, pode ter sua primeira oportunidade de receber a Fórmula 1. Isso porque Iván Duque, presidente da Colômbia, e Jaime Pumarejo, prefeito de Barranquilla, anunciaram um projeto para tentar entrar no calendário do Mundial. A ideia é montar um circuito de rua na cidade de Barranquilla.

"Existem 22 cidades no mundo que podem dizer que têm um circuito de Fórmula 1. Esses eventos são assistidos por 320 mil espectadores em três dias, gastando em média US$ 600 por dia e viajam de mais de 100 países. Sessenta mil turistas internacionais entram em um período de dez dias. Isso é quase o dobro do número de visitantes internacionais que vêm à região em três dias e em um único evento", comentou Pumarejo.

Duque confirmou ainda que já existem contatos entre a Liberty Media, empresa que controla a Fórmula 1, e as autoridades colombianas. No momento, a pista está em fase de projeto e seria um traçado "semiurbano". Essa configuração lembra, por exemplo, o novíssimo GP da Arábia Saudita, que construiu um circuito de rua para a penúltima etapa da temporada 2021.

Se o projeto se concretizar, que ainda não tem datas estipuladas, a Colômbia se vai se tornar o quarto país da América Latina a sediar uma corrida de Fórmula 1. Atualmente, México e Brasil são os únicos representantes no Mundial, com as etapas no Hermanos Rodríguez e em Interlagos, respectivamente.

A Argentina já fez parte do calendário e o primeiro país sul-americano a receber uma prova da F1, na temporada de 1953. A última vez que a categoria esteve no país foi em 1998, em Buenos Aires.

 

Grande Prêmio
Publicidade
Publicidade