PUBLICIDADE

Sem Pagenaud, Penske confirma redução para três carros na Indy em 2022

Com Simon Pagenaud partindo para a Meyer Shank, Penske não terá quatro carros em 2022. Time confirma que Josef Newgarden, Will Power e Scott McLaughlin farão o programa da equipe

27 out 2021 04h48
ver comentários
Publicidade
Simon Pagenaud deixa a Penske após sete temporadas
Simon Pagenaud deixa a Penske após sete temporadas
Foto: Indycar / Grande Prêmio

COMO AUSTIN DEU EXEMPLO DE CORRIDA BOA SEM ULTRAPASSAGEM? | GP às 10

Com a confirmação da saída de Simon Pagenaud para a Meyer Shank em 2022, a Penske não manterá o programa de quatro carros na próxima temporada da Indy. O piloto francês não terá substituto, deixando Josef Newgarden, Will Power e Scott McLaughlin como titulares da equipe.

Em entrevista ao site da revista americana Racer, Roger Penske falou sobre a decisão de reduzir o programa, e que realocará os mecânicos e a equipe responsável pelo carro de Pagenaud para trabalhar no projeto LMDh, para disputar o IMSA e o WEC.

"Teremos três carros. E as pessoas que estavam naquele carro seguem no time e vão se preparar para trabalhar no Penske Porsche, com certeza", declarou Penske.

▶️ Inscreva-se nos dois canais do GRANDE PRÊMIO no YouTube: GP | GP2

Newgarden, um dos pilotos Penske (Foto: Indycar)

Conheça o canal do Grande Prêmio no YouTube! .

Siga o Grande Prêmio no Twitter e no Instagram!

Roger também citou que não tem planos para incluir um quarto carro do time nas 500 Milhas de Indianápolis, e que chegou a oferecer um posto para Pagenaud no projeto do endurance. Porém, o francês preferiu analisar o mercado e encontrar outra vaga integral na Indy, assumindo o #60 da Meyer Shank.

"O contrato do Simon estava acabando, falamos muito sobre ele entrar no endurance, mas ele disse que queria ver outra coisa na perspectiva da Indy, e encontrou a Meyer Shank. Disse a ele que somos grandes amigos, que fez um grande trabalho e não vamos contratar ninguém. Não é uma situação onde alguém fez um trabalho ruim. Ele conseguiu encontrar algo no timing certo, então vamos correr com três carros no ano que vem", completou.

A Penske manteve programas de quatro carros na temporada completa da Indy entre 2015 e 2017. De 2018 a 2020, Helio Castroneves deixou de ser piloto integral da equipe para se dedicar ao IMSA, participando apenas do GP de Indianápolis e da Indy 500. Com a chegada de McLaughlin em 2021, a equipe voltou a introduzir o programa.

QUARTARARO E CHADWICK CAMPEÕES, STOCK CAR NO VELOCITTA E NASCAR EM KANSAS | PADDOCK PLUS

Grande Prêmio
Publicidade
Publicidade