PUBLICIDADE

Meyer Shank elogia De Vries após teste e considera terceiro carro para 2023

Nyck de Vries testou pela Meyer Shank e está na mira da equipe para uma possível vaga em 2023. Holandês é atual campeão da Fórmula E, mas Mercedes sairá do campeonato elétrico

7 dez 2021 11h24
ver comentários
Publicidade
Nyck de Vries testa pela Indy
Nyck de Vries testa pela Indy
Foto: Meyer Shank / Grande Prêmio

A GRANDE FINAL DA F1, VERSTAPPEN x HAMILTON: QUEM SERÁ CAMPEÃO? | Paddock GP  #271

Atual campeão da Fórmula E, o holandês Nyck de Vries participou de um teste na Indy pela primeira vez na última segunda-feira (6). No circuito de Sebring, localizado na Flórida, o piloto guiou um carro da Meyer Shank Racing, que não negou o desejo de ter Nyck em um terceiro carro na temporada 2023 do campeonato.

A MSR terá os veteranos Helio Castroneves e Simon Pagenaud como titulares em 2022. Michael Shank, dono da equipe, falou sobre a possibilidade de chegada do holandês, que tem mais um ano de contrato com a Mercedes na Fórmula E. A equipe alemã se retira do campeonato elétrico ao fim da próxima temporada.

"Quem disse que eu não colocaria três carros? Este é um movimento preventivo, apenas para ver como ele se comporta. Este carro, o [Romain] Grosjean disse que era um monstro de direção, e essas coisas são difíceis de pilotar, e vamos ver como acontece essa interação entre nós e ele", disse Michael à revista Racer, relembrando os comentários do ex-F1 Romain Grosjean ao testar na Indy pela primeira vez.

Nyck De Vries, campeão da Fórmula E (Foto: FIA Fórmula E)

"Eu poderia usá-lo no programa de endurance, ele também é um piloto incrível lá. No geral, é apenas ver o que ele pode fazer, não é uma ameaça a nenhum dos pilotos aqui. Queremos manter o controle do que está acontecendo e ver quem está em ascensão", seguiu.

Além de campeão da Fórmula E, De Vries é reserva da Mercedes na F1. Shank prevê a chance de novos testes com o piloto holandês, mas não o vê competindo pela equipe já em 2022, pensando no futuro.

"Eu vejo chance de outro teste, mas não vejo uma corrida por motivos de equipamento e calendário. Ele sempre está ao lado do Toto Wolff, é o reserva de Lewis e do outro carro, e também é reserva da Toyota no WEC e tem vaga na P2. Ele tem muita coisa, mas isso abre portas. Agora, vamos olhar e ver como esses pilotos que vieram da F2 reagem na Indy. O tempo vai dizer, mas é a direção que estamos indo", completou.

A Meyer Shank Racing é a atual vencedora das 500 Milhas de Indianápolis com o brasileiro Helio Castroneves. Para 2022, o time terá o veterano e o campeão de 2016 Simon Pagenaud formando a dupla da equipe.

Grande Prêmio
Publicidade
Publicidade