PUBLICIDADE

15º, Fittipaldi explica estratégia diferente no Texas: "É oval, precisamos arriscar"

Após quase três anos fora da Indy, Pietro Fittipaldi ficou feliz com o 15º lugar conquistado no oval do Texas. Brasileiro também explicou estratégia diferente utilizada

2 mai 2021 00h11
ver comentários
Publicidade
Pietro Fittipaldi foi 15º na reestreia pela Indy
Pietro Fittipaldi foi 15º na reestreia pela Indy
Foto: Indycar / Grande Prêmio

Após mais de dois anos e oito meses afastados da categoria, Pietro Fittipaldi competiu em uma prova da Indy. O brasileiro assumiu o cockpit do #51 da Dale Coyne e fechou o GP do Texas 1 na 15ª colocação. Substituindo Romain Grosjean nos ovais, o piloto perdeu uma posição em relação ao grid de largada, já que a classificação foi cancelada ele partiu em 14º por conta dos pontos conquistados pelo companheiro de equipe nas corridas anteriores.

Fittipaldi chegou a ter dificuldades nas voltas iniciais, perdendo posições, mas foi um dos beneficiados pela bandeira amarela causada por Sébastien Bourdais e se recuperou na corrida. O piloto elogiou a Dale Coyne pelo bom trabalho na noite de sábado no Texas.

"Estou super feliz com minha primeira corrida de volta na Indy no Texas nesta noite. Completamos todas as voltas e ganhei muita experiência. Faltava um pouco de confiança no treino mais cedo. Os engenheiros e o time fizeram uma mudança no carro e estava muito melhor na corrida, eles fizeram um trabalho fantástico. Estávamos perto do top-10 e o Dale fez uma boa chamada de estratégia", comentou o piloto.

Conheça o canal do Grande Prêmio no YouTube! .

Siga o Grande Prêmio no Twitter e no Instagram!

Pietro Fittipaldi no oval do Texas
Pietro Fittipaldi no oval do Texas
Foto: Indycar / Grande Prêmio

O brasileiro teve uma estratégia de alongar o segundo stint na pista. Em determinado momento da corrida, chegou a ocupar o segundo lugar antes de realizar mais uma parada. Apesar do sentimento de que poderia ter feito mais, Pietro ficou satisfeito com o top-15.

"Arriscamos no segundo pit-stop e tentamos andar muito porque o desgaste de pneu era baixo. No fim, não funcionou e perdemos algumas posições, então quem sabe onde chegaríamos se tivéssemos acertados. É oval, então precisamos arriscar. Fechamos em 15º. Sinto que tínhamos mais para entregar com o carro, mas aprendi muito e estou super feliz com o trabalho que fizemos hoje", completou.

A Indy retorna neste domingo (2) com o GP do Texas 2, com largada marcada para a partir das 18h (de Brasília). Scott Dixon entra na prova como líder do campeonato.

Grande Prêmio
Publicidade
Publicidade