2 eventos ao vivo

Roger Penske diz que rumores sobre compra da Mercedes 'absolutamente não são verdadeiros'

17 nov 2019
17h13
  • separator
  • 0
  • comentários

Roger Penske chamou os oatos de que ele está pensando em comprar a equipe de Fórmula 1 Mercedes, “absolutamente não verdadeiros”.

Foto: Mercedes AMG F1
Foto: Mercedes AMG F1
Foto: F1Mania

Um boato na Alemanha ligou o empresário americano de 82 anos à equipe, em meio à confirmação da Mercedes de que ainda não decidiu seu futuro na F1 após 2020.

Enquanto Toto Wolff acredita que a Mercedes permanecerá, é uma decisão que será tomada pela controladora Daimler AG, e depende de um novo acordo comercial com a Liberty Media, proprietária da F1, que nenhuma das equipes ainda assinou.

Portanto, relatos especulativos vincularam a Penske, entre outros, ao interesse pela equipe Mercedes, que conquistou seis campeonatos consecutivos durante seu recente domínio do esporte.

No entanto, Penske, que na semana passada adquiriu a Indy e o Indianapolis Motor Speedway, negou o boato ao falar com Robin Miller, da RACER: “Absolutamente não é verdade, e meu prato está cheio”, disse ele.

Apesar dos boatos de que a Daimler está buscando economizar 1 bilhão de euros por ano, não se acredita que seu programa de F1 esteja ameaçado pelos cortes, já que no ano passado obteve um lucro de 13 milhões de libras, apesar de gastar mais de 310 milhões de libras.

Seu envolvimento também traz consigo um valor substancial de marketing, que o presidente da Daimler e da Mercedes-Benz, Ola Kallenius, revelou valer mais de € 1 bilhão por ano.

“Acho que ter ganho seis campeonatos consecutivos, uma conquista histórica, tem sido uma atividade que, em termos de nossa estratégia de marketing e marca, valeu a pena”, disse ele durante uma recente reunião com investidores.

“Independentemente de você ser fã da Fórmula 1 ou não, é necessário analisar esses investimentos de marketing de maneira racional. Pesamos todos os nossos investimentos em marketing e mídia em termos de qual é o alcance, o impacto e o que isso significa".

“Se você usar o método Nielsen para medir o valor da mídia de nossas atividades de Fórmula 1, eles ficam ao norte de 1 bilhão de euros (US $ 1,1 bilhão) por ano, para um alcance e impacto extremos dessa atividade. Os custos, dos quais não gostaríamos de divulgar publicamente, provavelmente são surpreendentemente baixos, porque nunca se deve esquecer que ambos têm um lado de custo e um de receita na Fórmula 1. Portanto, enquanto estamos sentados aqui hoje, estamos comprometidos”.

A propriedade da equipe Mercedes é dividida entre três acionistas; Daimler AG (60%), Wolff (30%) e o falecido Niki Lauda (10%).

Quer assistir ao vivo às corridas da Indy, Fórmula 2, Fórmula 3 e Superbike? Acesse http://f1mania.vc/4K e experimente grátis por 1 mês!

Receba as notícias da F1Mania pelo WhatsApp: https://chat.whatsapp.com/HCe0RomLk5a0es06X99dHI

Inscreva-se em nosso canal no YouTube: https://www.youtube.com/user/f1mania?sub_confirmation=1

Confira os últimos vídeos do canal da F1MANIA no YouTube – Victor Berto comenta o sábado do GP do Brasil F1 2019:

STOCK CAR 2019 | VELO CITTÀ – 10ª etapa | MELHORES MOMENTOS (Corrida 1 e 2):

Visitamos o DAYTONA INTERNATIONAL SPEEDWAY | FÉRIAS F1MANIA:

KART ELÉTRICO, FUTEBOL E FÓRMULA E | FELIPE MASSA comenta durante entrevista em São Paulo:

HEINEKEN: #OBRIGADOSENNA, filme exalta poder de união do ídolo brasileiro AYRTON SENNA:

F1Mania
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade