0

Prefeitura e Governo de SP negam que F1 irá para RJ em 2020

Após afirmação do presidente Jair Bolsonaro, Prefeitura e Governo de São Paulo emitem nota negando que a Fórmula 1 irá para o Rio de Janeiro

8 mai 2019
23h41
atualizado em 9/5/2019 às 08h21
  • separator
  • 0
  • comentários

A Prefeitura de São Paulo e o Governo do Estado de São Paulo emitiram uma nota conjunta negando a declaração do presidente Jair Bolsonaro de que o GP do Brasil de Fórmula 1 seria realizado no Rio de Janeiro já "no ano que vem".

A nota afirma que o GP do Brasil de Fórmula 1 continuará em São Paulo até pelo menos 2020, ano que termina o contrato com a F1, enquanto a Prefeitura atua para a renovação do contrato desde novembro de 2018.

Prefeitura e Governo de SP negam que F-1 irá para o RJ em 2020
Prefeitura e Governo de SP negam que F-1 irá para o RJ em 2020
Foto: Gabriel Gavinelli/ F1Mania / F1Mania

Nesta quarta-feira pela manhã, Bolsonaro assinou um termo de compromisso para a construção do novo autódromo em Deodoro, junto com governador do Rio de Janeiro, Wilson Witzel, e afirmou que a "Fórmula 1 no ano que vem, ela será realizada no Brasil e no caso, no Rio de Janeiro".

Antes disso, Bolsonaro explicou o que seria o motivo da mudança: "A direção da Fórmula 1 resolveu, após o resultado das eleições do ano passado, tendo em vista quem foi eleito na região que interessava para eles, resolveram manter a possibilidade de termos a Fórmula 1 no Brasil.

"São Paulo, como havia participação pública, uma dívida enorme, tornou-se inviável a permanência da Fórmula 1 lá. Então vieram para o Rio de Janeiro", disse Bolsonaro.

Mas a Prefeitura rebateu a declaração do presidente, lembrando que "há um contrato em vigor com a empresa responsável pela organização do GP Brasil de Fórmula 1, com validade até dezembro de 2020".

A nota diz que a Prefeitura "atua na renovação do contrato com a Liberty Media desde o GP do Brasil de 2018, e que "há convicção de que o bom entendimento vai prevalecer".

A nota ainda diz que "a Prefeitura e o Governo do Estado de São Paulo desconhecem qualquer obstáculo que possa inviabilizar a renovação do referido contrato".

"O projeto de concessão do Autódromo de Interlagos ao setor privado, elaborado pela gestão João Doria e mantido pela administração Bruno Covas, tramita na Câmara Municipal de São Paulo e representa um importante ativo para a manutenção da área em sua proposta original, ou seja, o Autódromo Internacional de Interlagos".

O primeiro GP do Brasil foi realizado no ano de 1972 em Interlagos. Em 1978, o Rio de Janeiro recebe seu primeiro Grande Prêmio, no agora extinto Autódromo de Jacarepaguá, voltando para Interlagos em 1979 e 1980. Em 1981 a prova retorna ao Rio de Janeiro onde fica até 1989. De 1990 em diante, Interlagos foi quem sediou o GP do Brasil de Fórmula 1.

Confira os últimos vídeos do canal da F1MANIA no YouTube – GP DO BRASIL 2020 será realizado no RIO DE JANEIRO, diz JAIR BOLSONARO:

Vídeo mostra o traçado do novo AUTÓDROMO de DEODORO no RIO DE JANEIRO

ePRIX DE PARIS | Melhores Momentos | FÓRMULA E 2018/19 – 8ª etapa:

ePRIX DE PARIS – Lucas di Grassi fala sobre sua corrida e a sua quarta posição

Fórmula 1 anuncia o Brasil como uma das sedes do "F1 Festival" em 2019

FÉRIAS F1MANIA | Pilotamos uma FERRARI 488 GTB no SPEEDVEGAS:

F1Mania
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade