0

Fiscais de prova no México causaram penalidade de Daniel Ricciardo no Brasil

9 nov 2018
17h23
  • separator
  • comentários

O chefe da Red Bull, Christian Horner, revelou que os fiscais de prova no México causaram a penalidade de grid de Daniel Ricciardo no Brasil.

Fiscais de prova no México causaram penalidade de Daniel Ricciardo no Brasil
Fiscais de prova no México causaram penalidade de Daniel Ricciardo no Brasil
Foto: NELSON ALMEIDA / AFP / F1Mania

Ricciardo corre no Grande Prêmio do Brasil com uma penalidade de grid de cinco posições para superar, depois de mudar para o sexto turbocompressor da temporada.

Mas Horner confirmou que o dano, e a subsequente troca da unidade de potência, veio depois que ele abandonou sua RB14 pela oitava vez nesta temporada.

“Você não pode culpá-los [os fiscais]”, disse Horner à ‘Sky Sports F1’ no paddock de Interlagos. “O carro estava obviamente fumando, mas eles lançaram espuma [de extintor] no escapamento e, quando ela se solidificou no turbo, acabou.”

“Então ele [Ricciardo] vai levar uma penalidade de cinco lugares no grid, mas esperançosamente, em uma pista como essa, não é realmente uma penalidade grande.”

Também não estava tudo ótimo do outro lado da garagem da Red Bull, como um vazamento de óleo no carro de Max Verstappen no Brasil.

“A torre de óleo na frente do motor desenvolveu uma rachadura e começou a vazar óleo [no TL1]”, acrescentou ele.

“Nós suspeitamos que a rachadura possa ter começado no México, porque houve um pouco de perda de óleo na corrida que não pôde ser contabilizada. Então, Max tem muita sorte de chegar ao final da corrida”, completou o chefe da Red Bull.

F1Mania

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade