0

Esquenta Fórmula E: a primeira decisão e o primeiro título brasileiro com Nelsinho Piquet

19 nov 2019
15h12
  • separator
  • 0
  • comentários

Três pilotos disputaram na rodada final da temporada inaugural da Fórmula E, o primeiro título dos monopostos elétricos. E quem levou a melhor nesta disputa, foi o brasileiro Nelson Piquet Jr.

Foto: FIA Fórmula E
Foto: FIA Fórmula E
Foto: F1Mania

A primeira temporada da Fórmula E não teve o domínio de uma equipe durante a competição, e isso ficou claro quando na rodada final disputada em Londres, três pilotos ainda tinham chance de conquistar o título.

Dos três candidatos, os dois primeiros colocados eram brasileiros: Nelson Piquet Jr (China Racing Formula E Team) liderava o campeonato com 128 pontos, contra 111 de Lucas di Grassi (Audi Sport ABT Formula E Team). O suíço Sébastien Buemi era o terceiro colocado com 105 pontos.

Na primeira das duas provas do fim de semana, Sébastien Buemi largou na pole e se manteve na liderança nas primeiras voltas, e apesar de sofrer uma pressão de Sam Bird (Virgin Racing Formula E Team) e até mesmo perder a primeira posição para o britânico, voltou a ponta e lá se manteve até a bandeirada.

Di Grassi e Nelsinho Piquet largaram na segunda fila (3º e 4º lugar, respectivamente), e foram ultrapassados por Jean-Eric Vergne (Andretti Autosport Formula E Team). Os dois pilotos brasileiros travaram um intenso duelo durante algumas voltas e por pouco não colidiram, mas ao final da prova, Di Grassi se manteve em quarto, seguido por Piquet.

Com esses resultados, Nelson Piquet Jr se manteve na liderança do campeonato, mas viu sua diferença para o segundo colocado cair de 17, para apenas cinco pontos. E o vice-líder também mudou para a última prova: com a pole position e vitória, Sébastien Buemi subiu para 133 pontos, ultrapassando Lucas di Grassi, com 125 pontos.

A última etapa da temporada começou do jeito que Buemi precisava: enquanto o suíço largava na sexta posição, Di Grassi largou em 11º e Piquet apenas em 16º, prejudicados pela chuva que caiu durante o treino classificatório.

Na largada, Buemi subiu para quinto, enquanto Di Grassi passou a ser o nono e Piquet, o 12º. Enquanto os brasileiros candidatos ao título foram se recuperando aos poucos, e após a troca de carros já estavam na zona de pontuação, o suíço levou a pior ao rodar na saída dos boxes e perder a quinta posição para Bruno Senna.

Na volta 24 (de um total de 29), Nelson Piquet Jr já era o oitavo colocado, e com as posições de momento (Buemi ainda era o sexto colocado), conseguia garantir o título por apenas um ponto de diferença.

Duas tensas batalhas passaram a acontecer nas voltas finais do ePrix de Londres: na frente, o britânico Sam Bird pressionava o francês Stéphane Sarrazin, que largou na pole e liderava de ponta a ponta. Um pouco mais atrás, Bruno Senna sustentava a quinta posição em uma intensa disputa com Buemi.

Tanto Sarrazin quanto Senna sustentaram suas posições até a bandeirada, mas o francês chegou aos boxes sem bateria e com isso, foi punido com o acréscimo de trinta segundos ao seu tempo final de prova, caindo para a 15ª posição.

A vitória ficou com Sam Bird, o piloto da casa. E o título, com o brasileiro Nelson Piquet Jr, por apenas um ponto de diferença (144 a 143), ao terminar na sétima posição, enquanto Buemi terminou a corrida em quinto.

"Sabia que seria muito difícil, largando de onde a gente estava. Combinei com o time de não ficarmos falando no rádio sobre o campeonato. A estratégia era concentrar na corrida e acelerar o máximo possível. Não tinha nada a perder e forcei o ritmo ao máximo. Cruzei a linha de chegada e não sabia se tinha sido campeão", comentou o campeão Nelson Piquet Jr após a prova.

E foi desta forma, que o filho do tricampeão mundial de Fórmula 1, escreveu seu nome na história da categoria de monopostos elétricos ao se tornar o primeiro campeão da Fórmula E.

A Fórmula E está em contagem regressiva para o início da temporada 2019-2020, a sexta temporada da categoria elétrica de monopostos, que começa nesta sexta-feira com a rodada dupla em Al-Diriyah.

Quer assistir ao vivo às corridas da Indy, Fórmula 2, Fórmula 3 e Superbike? Acesse http://f1mania.vc/4K e experimente grátis por 1 mês!

Receba as notícias da F1Mania pelo WhatsApp: https://chat.whatsapp.com/HCe0RomLk5a0es06X99dHI

Inscreva-se em nosso canal no YouTube: https://www.youtube.com/user/f1mania?sub_confirmation=1

Confira os últimos vídeos do canal da F1MANIA no YouTube – Victor Berto comenta o sábado do GP do Brasil F1 2019:

STOCK CAR 2019 | VELO CITTÀ – 10ª etapa | MELHORES MOMENTOS (Corrida 1 e 2):

Visitamos o DAYTONA INTERNATIONAL SPEEDWAY | FÉRIAS F1MANIA:

KART ELÉTRICO, FUTEBOL E FÓRMULA E | FELIPE MASSA comenta durante entrevista em São Paulo:

HEINEKEN: #OBRIGADOSENNA, filme exalta poder de união do ídolo brasileiro AYRTON SENNA:

F1Mania
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade