PUBLICIDADE

Felipe Bardi leva três ouros e é o melhor atleta do Troféu Adhemar Ferreira da Silva

15 mai 2022 22h05
ver comentários
Publicidade

O velocista Felipe Bardi (SESI-SP) ganhou sua terceira medalha de ouro no Troféu Adhemar Ferreira da Silva neste domingo, na etapa que fechou a competição realizada no estádio do Centro Nacional de Desenvolvimento do Atletismo, em Bragança Paulista. O atleta venceu os 200m rasos com 20s79, conquistando sua melhor marca no ano.

No sábado, Felipe Bardi venceu os 100m com melhor marca da carreira (10s07) e ajudou o SESI-SP a ganhar o ouro correndo como segundo homem o revezamento 4x100m com Victor Soares da Silva, Adrian Henrique Vieira e Erik Cardoso (40s77). Ele foi eleito o melhor atleta do Troféu Adhemar Ferreira da Silva ao lado da atleta olímpica Izabela Rodrigues da Silva, que fez 61,53m no lançamento do disco.

"No primeiro dia, foram três tiros nos 100m e mais o revezamento e nos 200m ainda consegui melhorar na final em relação à semifinal. Foi muito válido fazer PB nos 100m e SB nos 200m e ainda ganhar o revezamento", observou o atleta.

Felipe embarca nesta terça-feira com a Seleção Brasileira para a Espanha, sede do Campeonato Ibero-Americano de 20 a 22 de maio. Depois, fica na Europa para algumas competições em junho antes de voltar para o Troféu Brasil, no mês seguinte.

Clubes

A FECAM/ASSERCAM, do Paraná, foi a campeã entre os clubes do Troféu Adhemar Ferreira da Silva. A equipe somou 235 pontos no geral ao vencer no feminino (135 pontos) e ficar em terceiro no masculino (100 pontos).

A competição permitiu que atletas não federados participassem, o que possibilitou a presença de equipes universitárias. Entre elas, a Medicina Einstein foi a campeã com 165 pontos, já que venceu o feminino (87 pontos) e foi terceira no masculino (78 pontos).

Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva
Publicidade
Publicidade