0

Evite correr quando estiver doente

19 nov 2012
09h20

Por mais difícil que seja perder um dia de treino em seu cronograma de preparação, a indicação é não correr doente. Ainda que seja uma gripe, a corrida nesse estado pode gerar um problema ainda maior. Isso porque em situações normais a atividade física intensa provoca uma queda no sistema imunológico do atleta. Quando a imunidade já está debilitada, porém, o exercício pode acabar deixando o organismo ainda mais vulnerável, suscetível a um agravamento do seu estado ou a doenças mais sérias.

Ainda que seja uma simples gripe, a corrida nessa condição pode gerar um problema ainda maior
Ainda que seja uma simples gripe, a corrida nessa condição pode gerar um problema ainda maior
Foto: Getty Images / Terra



"O ideal é não correr nessa condição. Primeiramente porque o corredor não conseguirá treinar bem. Segundo porque ele pode piorar e ficar mais dias sem treinar", salienta André Villarinho, diretor-técnico da assessoria esportiva homônima, de Goiânia (GO). Para o técnico, o melhor para o atleta é ficar em repouso, tratar-se e retomar os treinos quando estiver bem. "A doença é um alerta de que o corpo está precisando de descanso", complementa.



Roda Livre

Especial para o Terra
Fonte: Terra
publicidade