PUBLICIDADE
Logo do

ABC

Meu time

ABC vence, mas Aparecidense avança à final da Série D

Com vitória de 4 a 2 na ida, equipe goiana se garantiu na final da competição nacional

31 out 2021 18h02
| atualizado às 18h02
ver comentários
Publicidade

Pelo jogo de volta doas semifinais do Brasileirão Série D, o ABC tentou se recuperar e conquistar a vaga para a final da competição, diante do Aparecidense, neste domingo, 31. Jogando no Frasqueirão, em Natal, os mandantes saíram na frente e venceram por 1 a 0. No entanto, pelo placar agregado, os goianos avançam, por 4 a 3.

COMEÇO MOVIMENTADO?!

Em busca de confirmar a vaga para a próxima fase, o Aparecidense começou no ataque. Aliás, foram os visitantes quem deram as primeiras chegadas de perigo no confronto, mas acabaram parando nas defesas do ABC, que se mostrava bem fechado.

BOAS CHANCES...

Recuado, o ABC deixava alguns espaços para o Aparecidense chegar. E o time visitante não perdeu as chances. Aos 16, a equipe chegou ao ataque. Enquanto jogadores anfitriões pediam toque de mão, Rafa Marcos chutou cruzado. Contudo, Wellington espalmou.

QUASE O PRIMEIRO!

Em cobrança de escanteio, aos 17, Rodrigues ficou com a sobra. Dessa forma, mandou uma bomba de fora da área, assustando o goleiro Wellington. Quase o primeiro da partida. Na sequência, a bola foi rebatida na intermediária. Rafa Marcos apareceu livre, mas o goleiro defendeu.

QUEM NÃO FAZ, LEVA!

O ABC conseguiu levar a melhor na marcação do Aparecidense e abriu o placar do Frasqueirão. Em cobrança ensaiada de falta, Wallyson cruzou da direita, aos 19. Com isso, Vinicius Paulista apareceu e fez de cabeça.

UHHH!

Mesmo atrás no placar, o Aparecidense seguiu na pressão. Dessa maneira, chegou com perigo novamente aos 27. Rodriguinho cobrou falta de longe, mas Welligton defendeu no canto direito, afastando o perigo.

PERIGO!

O ABC respondeu à altura. Aos 37, Felipinho avançou pela direita, cortando para o meio e chutando rasteiro. Apesar do grande perigo, a bola apenas passou muito próximo da trave direita. Aos 45, Negueba chutou de longe, e o goleiro Pedro Henrique deu o rebote. Netinho apareceu e tocou para trás para Allan Dias, que finalizou em cima da marcação.

NA BUSCA DO GOL...

Com a volta da partida, o Aparecidense seguiu tentando confirmar a sua vaga na final da competição. Dessa forma, a equipe apareceu com perigo. Aos 9, Gilvan, pela direita, avançou, entrou na área e chutou. Contudo, acabou perdendo boa chance, após mandar para fora.

PANCADA!

Após algumas alterações em campo, as duas equipes seguiram buscando mexer no placar. Com isso, aos 24, Denner recebeu, na frente, e mandou para as redes. Contudo, a arbitragem pegou impedimento. Dois minutos depois, Walysson acionou Negueba, que dominou e mandou uma bomba. Contudo, Pedro Henrique fez a defesa.

UH!

O ABC aumentou a pressão e teve duas boas chances no final. Aos 41, Negueba cobrou escanteio fechado, quase conseguindo anotar um gol olímpico. Porém, Pedro Henrique salvou. Dois minutos depois, Negueba avançou pela esquerda, cortou para o meio, mas foi travado na finalização.

NÃO ENTRA!

No final, Marcos Antônio mandou uma bomba. Contudo, a bola acerta as duas traves e não entra. Para finalizar, Allef levou vermelho e deixou o campo mais cedo.

FICHA TÉCNICA

ABC 1 x 0 Aparecidense

Local: Frasqueirão, em Natal (RN)

Data e hora: 31/10/2021 - às 16h (de Brasília)

Publico: 4.597

Renda: R$ 52.740

Árbitro:

Assistentes:

Cartões amarelos: Allef, aos Wesley Matos e Bruno Henrique (Aparecidense)

Cartões vermelhos: -

Gols: Wesley Paulista, aos 19'/1ºT (1-0)

ABC (Técnico: Moacir Júnior)

Welligton; Netinho (Marcos Antônio, aos 33'/2ºT), Vinicius Paulista (Allef, aos 17'/2°T), Felipinho e Gustavo Henrique (Denner, aos 18'/2°T); Allan Dias (Ferreira, aos 33'/2ºT), Wallyson e Valderrama (João Marcos, aos 27'/2°T); Negueba, Alisson Cassiano e Suélinton.

APARECIDENSE (Técnico: Thiago Carvalho)

Pedro Henrique; Rafael Cruz, Rafael Goiano, Wesley Matos e Bruno Henrique; Rodrigues, David (Mutuca, aos 20'/2°T) e Rodriguinho (Lucas Gazal, aos 35'/2ºT); Alex Henrique (Gilvan, aos 5'/2°T), Robert (Samuel, aos 35'/2ºT) e Rafa Marcos'/2ºT) e Rafa Marcos (Negueba, aos 20'/2ºT).

Lance!
Publicidade
Publicidade