PUBLICIDADE

Improviso: como fazê-lo corretamente?

O improviso é uma técnica utilizada no discurso de muitas pessoas. Porém, mesmo que alguém domine essa técnica, mas há restrições.

9 mar 2022 22h28
| atualizado em 22/3/2022 às 10h54
ver comentários
Publicidade

O improviso é uma técnica utilizada no discurso de muitas pessoas. Porém, mesmo que alguém domine essa técnica, isso não significa que ele conseguirá falar sobre um assunto que não tem conhecimento.

Situações que requerem habilidades na fala fazem parte do dia a dia de diversas pessoas, principalmente aquelas que trabalham no ambiente corporativo. E para transmitir as mensagens que deseja, o desenvolvimento de técnicas é importante.

Quando a pessoa consegue improvisar, ela se livra de situações constrangedoras causadas pelo nervosismo ou os famosos “brancos”. Felizmente existem algumas técnicas que ajudam a desenvolver o improviso, confira algumas a seguir. Boa leitura!

Foto: The Speaker

Como falar no improviso e ser um sucesso?

Em algum momento de sua vida será necessário apresentar discursos ou trabalhos na frente de outras pessoas. E para evitar qualquer constrangimento, a técnica de improvisação se faz necessária.

No mundo corporativo, essas apresentações são muito comuns. Além disso, em alguns casos, é necessário montar um discurso de última hora, seja em trabalhos escolares, comemorações ou outras discussões que envolvem a aplicação do improviso.

Portanto, ao pensar que essas situações são comuns no dia a dia, desenvolver essa habilidade é o primeiro passo para o sucesso.

Além de auxiliar no discurso, saber improvisar mostra que a pessoa tem as habilidades necessárias para se dar bem em qualquer situação momentânea. Veja algumas dicas a seguir!

1. Busque conhecimento sobre o assunto

Antes de tudo, para que a técnica de improvisação funcione os oradores precisam ter conhecimento sobre o assunto. Quando uma pessoa não sabe sobre o que está falando, há grandes chances de errar.

Dependendo do contexto que o orador está atuando, essa pequena falha pode ser prejudicial. No ambiente corporativo, por exemplo, as pessoas podem perder seus clientes ou credibilidade no assunto.

Os profissionais do setor corporativo são postos à prova diariamente. Afinal, é comum que os líderes convidem os colaboradores para falar o que pensam, e a improvisação pode auxiliar a montar um bom discurso momentâneo.

Porém, para passar a credibilidade e a segurança que possui, o conhecimento sobre o assunto se faz necessário. Lembre-se de fazer pesquisas em fontes confiáveis e se atente às novas tendências do mercado.

2. Crie um assunto de apoio

Os bons improvisadores conhecem o truque do “assunto de apoio”. Trata-se de um assunto que o orador domina e pode se comunicar tranquilamente a qualquer momento.

Como o próprio nome sugere, o assunto de apoio ajuda os oradores a se comunicarem com improvisação. Ou seja, assim que a conversa chegar em um tema que eles não têm total domínio, essa técnica é usada a seu favor.

Antes de chegar até o ponto principal do tema, o orador recorre a esse recurso, trazendo mais confiança e segurança às suas palavras. Além disso, é comum que o interesse e a curiosidade aumentem por parte do público.

Porém, o maior desafio nesse caso é, sem dúvidas, relacionar o assunto de apoio com o tema central do debate. É importante que ele seja imposto à conversa de forma sutil e sem pressão.

3. Cuidado com a expressão corporal

Na maioria das vezes, as pessoas convidadas a falar no improviso se sentem intimidadas ou assustadas. E no momento do susto, a expressão corporal fala alto, trazendo à tona o nervosismo e a insegurança.

Para não esquecer a mensagem que pretende transmitir, os oradores devem usar o autocontrole a seu favor. Para não ferir a imagem que o público tem de você, cuidado com a expressão corporal.

Mantenha a sua postura ereta a todo momento, usando os gestos com cuidado e controlando o tom da sua voz. Além disso, é fundamental que o orador mantenha o olhar fixo no público.

Todos esses elementos trabalham em conjunto e são indispensáveis em uma situação dessas. E, mesmo que seja pego de surpresa com a proposta de um improviso, não deixe que isso o afete.

Qual a melhor forma para desenvolver a habilidade do improviso?

Para desenvolver a habilidade do improviso, os oradores devem praticá-lo com exercícios para melhorar a oratória. Lembre-se de treinar constantemente a sua fala, além de pesquisar o tema em fontes confiáveis e seguras.

Tanto as técnicas de improviso quanto a oratória devem ser treinadas, e elas melhoram os resultados dos discursos. Além disso, antes de qualquer apresentação, treine a oratória e a dicção.

Todos esses elementos são fundamentais e fazem toda a diferença no momento de discursar.

Fonte: The Speaker

Fonte: Redação Terra
Publicidade
Publicidade