9 eventos ao vivo

Trump anuncia novo aumento de tarifas sobre produtos chineses

Presidente americano respondeu às novas tarifas impostas nesta sexta-feira pela China; acirramento da disputa comercial derrubou Bolsas

23 ago 2019
18h50
atualizado às 18h57
  • separator
  • 0
  • comentários

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, cumpriu a promessa realizada mais cedo nesta sexta-feira, 23, e voltou a elevar tarifas contra produtos da China. A medida, anunciada pelo Twitter, é uma resposta às tarifas anunciadas por Pequim contra cerca de US$ 75 bilhões em produtos americanos.

Presidente dos Estados Unidos, Donald Trump
21/08/2019
REUTERS/Kevin Lamarque
Presidente dos Estados Unidos, Donald Trump 21/08/2019 REUTERS/Kevin Lamarque
Foto: Reuters

Trump afirmou que elevará de 25% para 30% as tarifas sobre US$ 250 bilhões em produtos chineses a partir de 1º de outubro. Além disso, os US$ 300 bilhões restantes em produtos da China, que seriam tarifados em 10% a partir de 1º de setembro, sofrerão agora tarifa maior, de 15%.

Em suas mensagens, Trump voltou a criticar o fato de a China supostamente "levar vantagem" sobre os EUA há vários anos no comércio, na propriedade intelectual e em outras áreas. Para ele, as tarifas anunciadas mais cedo por Pequim foram "politicamente motivadas".

As Bolsas de Nova York tiveram quedas acentuadas nesta sexta com o acirramenteo das tensões comerciais entre Estados Unidos e China. Os sinais negativos para o comércio global se sobrepuseram, assim, a afirmações do presidente do Federal Reserve (Fed, o banco central americano), Jerome Powell, de que a instituição continuará a agir para apoiar o crescimento econômico no país.

O índice Dow Jones fechou em queda de 2,37%, a 25.628,90 pontos, o Nasdaq caiu 3,00%, a 7.751,77 pontos, e o S&P 500 teve baixa de 2,59%, a 2.847,11 pontos. Na comparação semanal, o Dow Jones recuou 0,99%, o Nasdaq cedeu 1,40% e o S&P 500, 1,44%.

Investidores fugiram de ativos de risco, como o petróleo, pressionando suas cotações. O petróleo WTI para entrega em outubro negociado na New York Mercantile Exchange (Nymex) caiu 2,13% para US$ 54,17 o barril. Já o petróleo Brent para o mesmo mês na Intercontinental Exchange (ICE) teve baixa de 0,97%, a US$ 59,34.

Veja também:

 

Estadão
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade