4 eventos ao vivo

Trio lança primeiro crowdfunding de cervejas do Brasil

Social Beers ajuda na elaboração de projetos relacionados a cervejas, além de promover parcerias nacionais e estrangeiras

16 mar 2014
09h01
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator
<p>Primeira edição da marca será a cerveja Sexta-feira que recebe apoio dos colaboradores até o dia 17 deste mês</p>
Primeira edição da marca será a cerveja Sexta-feira que recebe apoio dos colaboradores até o dia 17 deste mês
Foto: Divulgação

A paixão pelas cervejas artesanais levou os três amigos Carlos Lima, Matheus Franco e Luiz Poppi a criarem a primeira plataforma crowdfunding voltada para mercado cervejeiro do País, a Social Beers.

A ideia que surgiu a partir de conversas sobre experiências envolvendo o sistema de financiamento coletivo custou ao trio um investimento inicial de R$ 300 mil. “Queremos explorar projetos que envolvam toda a cadeia de produção da bebida e não apenas receitas”, explica Carlos Lima. A expectativa de lucro dos sócios para este ano é de R$ 500 mil e 10 mil usuários conectados ao financiamento colaborativo.

Com o primeiro projeto lançado na última sexta-feira, uma parceria entre a cervejaria Invicta, de Ribeirão Preto (SP) e a SixPoint, de Nova York, nos Estados Unidos, a novidade já soma 63 pessoas que colaboraram com valores entre R$ 17 (0,5 litro) e R$ 408 (12 litros) para a produção de mil litros da cerveja que levará o nome de Sexta-feira. Entre troca, os patrocinadores do produto podem contribuir com sugestões sobre a composição da bebida, do rótulo, têm seus nomes publicados no site da marca, recebem em casa brindes especiais e garrafas da cerveja, a depender do valor da contribuição.

Na prática, Lima conta que são aceitos desde planos de negócios completamente estruturados a ideias de quem pouco conhece o mercado. É dessa diferença que saem os valores da consultoria fornecida por ele, Franco e Poppi, além da licença para a utilização da plataforma customizada de arrecadação de recursos.

“Ajudamos no direcionamento dos projetos para quem sabe muito ou pouco sobre a área. A partir daí, cobramos 10% ou 30% do lucro do 'funding’, exemplifica. Para os interessados em enviar planos de negócios, o contato deve ser feito pelo site da Social Beers ou pela página da marca no Facebook. Os amigos planejam o lançamento de pelo menos dez rótulos em 2014.

 

Veja também:

Bolsonaro fala em 'cartão vermelho' para quem sugere congelar aposentadorias e enterra Renda Brasil
Fonte: Terra
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade