0

RH estratégico: invista na reputação de marca empregadora

4 nov 2015
17h25
  • separator
  • comentários

Recrutamento e seleção, gestão e treinamento de funcionários. Essas funções vêm à mente quando o assunto é recursos humanos (RH). Geralmente, esse setor é considerado secundário, destinado principalmente à retenção e contratação de talentos. Mas ele pode ser muito mais do que isso: um RH estratégico tem influência direta no posicionamento da empresa no mercado.

A partir da criação de um RH estratégico, é possível tornar a imagem da empresa mais forte, influenciando na forma como o público a enxerga – o que atrai talentos com mais facilidade. Isso ocorre quando as ações do departamento de recursos humanos estão integradas com o posicionamento estratégico do empreendimento no mercado.

Com o planejamento estratégico de recursos humanos, uma empresa pode melhorar sua imagem no mercado. Foto: iStock, Getty Images
Com o planejamento estratégico de recursos humanos, uma empresa pode melhorar sua imagem no mercado. Foto: iStock, Getty Images
Foto: Destino Negócio

Com o planejamento estratégico de recursos humanos, uma empresa pode melhorar sua imagem no mercado. Foto: iStock, Getty Images

“Existe um conceito muito difundido que é o de marca empregadora, ou employer branding. Alcançar esse status implica em construir uma imagem positiva no mercado e obter uma reputação como um bom empregador, tanto para os colaboradores atuais quanto para os futuros”, diz Martha Alles, consultora internacional de gestão de competências.

Segundo ela, isso envolve propor e realizar uma série de ações para que o mercado adquira uma percepção altamente positiva da empresa como ambiente de trabalho, de maneira que as pessoas queiram trabalhar na organização.

RH estratégico e a criação de uma imagem positiva

A imagem positiva pretendida pela empresa não deve se fundamentar somente em campanhas publicitária. É o que afirma Martha: “Ela deve estar construída baseada em ações concretas de RH. Além disso, não será possível adquirir verdadeiramente a valorização de marca empregadora sem o conceito ainda mais importante, o de marca de recursos humanos”.

Esse conceito identifica a avaliação positiva que o setor de RH possui dentro de uma organização – o que Martha considera como o produto da eficácia da gestão.

“Trabalhar com o conceito interno da marca tem múltiplas aplicações práticas, com diferentes perspectivas”. Martha exemplifica isso a partir da perspectiva interna e externa.

A interna é quando o RH alcança um valor alto de marca, o que facilita a implementação de qualquer programa, método ou projeto, já que os integrantes da empresa terão confiança na gestão.

Já o interno consiste no fato de o valor da marca produzir uma boa imagem entre a liderança e os colaboradores, fazendo com que eles a transmitam para pessoas de fora. “Isso implica em obter uma resposta altamente satisfatória quando se realizam ações de atração. São alcançados os melhores talentos disponíveis para as vagas ofertadas”.

Profissionais de RH capacitados

Uma vez que a empresa investe em um RH estratégico, é necessário se certificar de que os profissionais da área tenham conhecimentos que vão além das técnicas de gestão de pessoas.

“Atualmente, um profissional de RH não deve saber só sobre recursos humanos, mas ter uma multidisciplinaridade que inclui o conhecimento do contexto econômico, de comércio exterior e, em particular, saberes relacionados com o negócio da empresa”, sugere Martha.

No entanto, mesmo sendo essencial que o profissional de RH adquira essa multidisciplinaridade, ele não deve esquecer de focar nos profissionais. De acordo com a consultora, ele deve assumir três papéis ao mesmo tempo: em relação à estratégia organizacional, às pessoas que trabalham na empresa e ao desenvolvimento dos talentos.

“Os três papéis devem ser tomados ao mesmo tempo, não como unidades separadas”, enfatiza Martha. A fim de conseguir isso, o profissional deve possuir valores éticos e gestão especializada.

Agora que você sabe um pouco mais sobre o que é um RH estratégico, pode planejar um maior protagonismo desse setor na sua empresa. Lembre-se de que isso contribui para atrair e reter talentos e melhorar a imagem da marca no mercado.

Se você tem alguma dúvida ou sugestão sobre o assunto, deixe um comentário abaixo e contribua com a troca de ideias. Não esqueça de compartilhar esse artigo com seus seguidores nas redes sociais.

Matérias relacionadas:

Conheça opções de cursos de recursos humanos online

Conheça 6 boas práticas de recursos humanos para pequenas empresas

Saiba como começar um negócio de consultoria de RH

5 características de um bom profissional de recursos humanos

Publicado em RH estratégico: invista na reputação de marca empregadora por Destino Negócio.

Destino Negócio

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade
publicidade