4 eventos ao vivo

Preços do petróleo fecham mês em alta após corte recorde na produção dos EUA em maio

31 jul 2020
18h29
atualizado às 18h32
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator

Os preços do petróleo avançaram nesta sexta-feira e terminaram o mês com ganhos, beneficiando-se de notícias que apontaram que cortes de produção nos Estados Unidos em maio foram os maiores já registrados.

11/02/2019. REUTERS/Nick Oxford
11/02/2019. REUTERS/Nick Oxford
Foto: Reuters

O petróleo Brent fechou em alta de 0,37 dólar, ou 0,9%, a 43,31 dólares por barril.

Já o petróleo dos EUA (WTI) avançou 0,35 dólar, ou 0,9%, para 40,27 dólares o barril, depois de recuar 3,3% na sessão anterior.

O Brent registrou o quarto mês consecutivo com ganhos, enquanto o WTI teve o terceiro mês de altas, com ambos os valores de referência afastando-se das mínimas registradas em abril, quando grande parte do mundo vivia em "lockdown" devido à pandemia de coronavírus.

A produção de petróleo dos EUA despencou em maio, com um corte recorde de 2 milhões de barris por dia (bpd), para 10 milhões de bpd, disse a Administração de Informação sobre Energia (AIE) em relatório mensal divulgado nesta sexta-feira.

"Depois de um dia ruim para as grandes petroleiras, com balanços terríveis, começamos a ver os impactos em termos de barris (produzidos)", disse Phil Flynn, analista do Price Futures Group em Chicago.

"Isso sugere que veremos um mercado mais apertado no futuro e, se a economia se recuperar, teremos problemas para atender à demanda", acrescentou.

Veja também:

BC corta Selic para 3% ao ano
Reuters Reuters - Esta publicação inclusive informação e dados são de propriedade intelectual de Reuters. Fica expresamente proibido seu uso ou de seu nome sem a prévia autorização de Reuters. Todos os direitos reservados.
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade