1 evento ao vivo

Petróleo fecha em queda com estimativa do DoE de queda nos preços

10 out 2018
16h38
  • separator
  • comentários

O petróleo fechou em forte queda o pregão desta quarta-feira, 10, com recuo acentuado após o Departamento de Energia (DoE, na sigla em inglês) dos Estados Unidos divulgar seu relatório mensal, em que projeta queda nos preços para os próximos meses. Investidores ainda acompanham os efeitos do furacão Michael e as sanções americanas ao Irã.

Na New York Mercantile Exchange (Nymex), o petróleo WTI para novembro recuou 2,38%, para US$ 73,17 por barril. Já na Intercontinental Exchange (ICE), o barril do petróleo tipo Brent para entrega em dezembro fechou em queda de 2,24%, para US$ 83,09.

O DoE informou nesta quarta, em seu relatório que reúne as perspectivas de curto prazo para o mercado de petróleo, que, de acordo com suas previsões, o barril do petróleo Brent chegará ao fim deste ano cotado a US$ 74,43 e, no fim de 2019, a US$ 75,06. O preço do petróleo WTI, por sua vez, estará em US$ 68,46 por barril ao fim de 2018 e US$ 69,56 por barril em 2019.

O documento aponta ainda que deve haver aumento no consumo da commodity em 100,07 milhões de barris por dia (bdp) até o fim de 2018 e 101,56 milhões bpd em 2019. Já a produção deve subir 99,87 milhões de bpd em dezembro próximo e 101,84 milhões de bpd no fim do ano que vem.

Investidores monitoram ainda a queda nas exportações iranianas, após as sanções impostas pelos EUA ao país persa, que devem se intensificar em novembro. Nesta quarta, o secretário-assistente do Escritório de Recursos Energéticos do Departamento de Estado americano, Frank Fannon, afirmou que Washington está satisfeito com a resposta que tem recebido de empresas e países planejando cessar a importação de petróleo do Irã.

No fim da tarde desta quarta, agentes acompanharão ainda a divulgação das estimativas para os estoques de petróleo nos EUA, divulgadas pelo American Petroleum Institute (API), cuja previsão é de recuo de 370 mil.

Estadão

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade