PUBLICIDADE

Na alta do mercado de tecnologia, empreendedor fatura R$ 9 milhões

Matheus Danemberg usou os aprendizados adquiridos ao longo da jornada empreendedora para alcançar o sucesso

28 dez 2023 - 06h25
Compartilhar
Exibir comentários
Matheus Danemberg faturou R$ 9 milhões antes dos 30 anos
Matheus Danemberg faturou R$ 9 milhões antes dos 30 anos
Foto: Luan Pedrotti / Divulgação

Nascido em Pelotas, no Rio Grande do Sul, Matheus Danemberg começou a carreira empreendedora cedo. Quando tinha apenas 16 anos, se deparou com o encerramento de um ciclo se aproximando, o ensino médio, e veio a dúvida de todo adolescente: que caminho seguir? Ao ficar dividido entre ser programador, o maior sonho, ou ser advogado, a profissão que professores falavam que ele tinha o dom, decidiu pedir conselhos para o avô, que até hoje segue sendo o seu mentor, e o indicou a seguir carreira na área de tecnologia. 

Em 2010, após realizar o Enem, Danemberg passou na Universidade Federal Rio Grande (FURG). Por ser em outra cidade, ele buscou um emprego para poder pagar a condução até a faculdade, e começou a trabalhar como jovem aprendiz e a realizar freelas.

No final de 2013, aos 20 anos de idade, após adquirir conhecimentos na área de programação, o jovem empreendedor resolveu abrir a própria empresa junto com um amigo. Eles decidiram transformar os freelas que realizavam em Software House, sendo a primeira tentativa de abrir uma empresa. Em uma pequena sala alugada, que tinha espaço para duas mesas. 

Porém, seu amigo desistiu de trabalhar com programação. Matheus, então continuou sua jornada, tentando abrir mais duas empresas com outros sócios, mas sem sucesso, o que gerou frustrações. As barreiras no caminho o fizeram desistir de empreender, voltando a se inserir no mercado de trabalho como programador. De 2014 a 2017, atuou como programador em diferentes empresas. 

A virada de chave

No entanto, 2017 foi o ano da virada de chave. Após participar de um programa de aceleração de startups, com referências e conhecimentos, entendimento do mercado e ajudas de mentores, ele decidiu que gostaria de seguir o caminho do empreendedorismo. 

Danemberg passou a refletir sobre onde errou nos seis anos com quatro tentativas de abertura de empresas, com as noites viradas e sem dinheiro para investir. Desse modo, realizou um plano para não errar mais e colocar todos os aprendizados em prática, explorando sua experiência para focar em um diferencial competitivo, totalmente diferente de onde estava inserido.

Os desafios enfrentados e as crises financeiras serviram para fortalecer ainda mais a sede de mudança do empreendedor, e foi assim que ele decidiu dar vida a nav9, uma empresa comprometida em fazer a diferença no mundo dos negócios, aplicando tecnologia e inovação para impulsionar o sucesso de seus clientes. 

Aos 29 anos, Matheus já faturou R$ 9 milhões com a nav9, um crescimento de 47% em relação a 2021. Ele e sua equipe têm ajudado empreendedores de mais de 25 startups e várias empresas a construir MVPs (Minimum Viable Products), escalar produtos e gerar lucro por meio de iniciativas tecnológicas. 

E, até hoje, foram mais de 50 soluções desenvolvidas para organizações como SBT, Iguatemi e o Banco ABC. Além disso, neste ano, alinhando plano de carreira, lucro, rotina de trabalho, entre outros pontos, a empresa recebeu o certificado Great Place To Work, estando entre as cem melhores empresas para trabalhar no Rio Grande do Sul. 

(*) HOMEWORK inspira transformação no mundo do trabalho, nos negócios, na sociedade. É criação da Compasso, agência de conteúdo e conexão.

Homework Homework
Compartilhar
Publicidade
Publicidade