3 eventos ao vivo

Ministério cria grupos para acompanhar privatização da Eletrobras

26 abr 2018
09h12
atualizado às 11h48
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator

O Ministério de Minas e Energia decidiu criar cinco grupos de trabalho para promover apoio técnico e acompanhar o processo de privatização da Eletrobras, que o governo pretende concluir ainda em 2018, segundo publicação da pasta no Diário Oficial da União desta quinta-feira.

Linhas de transmissão de energia em Brasília 31/08/2017 REUTERS/Ueslei Marcelino
Linhas de transmissão de energia em Brasília 31/08/2017 REUTERS/Ueslei Marcelino
Foto: Reuters

De acordo com o texto, será instituído o "Comitê de Liderança", o "Comitê Executivo", um grupo dedicado a "modelagens e estudos", um para "cálculo de outorgas" e outro para "acompanhamento jurídico" do negócio.

O chamado Comitê Executivo poderá contar com um membro do Conselho de Administração da Eletrobras, representante dos minoritários e com um assessor especial do ministro de Minas e Energia para assuntos de comunicação social, "a quem competirá a proposição e harmonização da comunicação do processo" de privatização.

Esse braço da equipe responsável pela desestatização deverá ter ainda um representante da subchefia para Assuntos Parlamentares da Secretaria de Governo da Presidência, "a quem caberá acompanhar, junto ao Congresso Nacional e aos demais entes federativos, as tratativas sobre o processo", segundo a portaria do ministério.

A publicação não define prazo específico de duração dos grupos, nem cronograma para realização das atividades.

Veja também:

Uso de bicicletas elétricas atrai população cascavelense
Reuters Reuters - Esta publicação inclusive informação e dados são de propriedade intelectual de Reuters. Fica expresamente proibido seu uso ou de seu nome sem a prévia autorização de Reuters. Todos os direitos reservados.
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade