PUBLICIDADE

Mais de mil empregados com covid da Petrobras foram afastados, diz FUP

21 jan 2022 19h42
ver comentários
Publicidade

Já passam de mil os empregados da Petrobras contaminados pelo covid-19, informou o gerente-executivo de Segurança, Meio Ambiente e Saúde (SMS) da Petrobras, Joelson Falcão, em reunião nesta sexta-feira, 21, com representantes da Federação Única dos Petroleiros (FUP) e sindicatos filiados.

Foram quase 300 casos nos últimos oito dias,informou a FUP. No último boletim publicado pelo Ministério de Minas e Energia (MME) , em 14 de dezembro de 2021, último dado público do setor disponível, o total de casos da companhia era de apenas 19, de um total de 46.416 empregados.

Segundo a entidade sindical, o encontro de mais de três horas foi uma preparação para a reunião na próxima quinta-feira, 27, entre a entidade e o grupo de Estrutura Organizacional de Resposta (EOR) da Petrobras. Antes, porém ,na segunda-feira, 24, o encontro das lideranças sindicais será com a Transpetro para tratar da gravidade da situação.

"A explosão de casos de contaminação por covid-19 nas unidades da Petrobras causada pelo avanço da variante Ômicron, é registrada também no aumento das denúncias que chegam aos sindicatos de petroleiros no País", afirmou a FUP em nota.

A FUP e o Sindicato dos Petroleiros do Norte Fluminense (Sindipetro-NF) continuam recebendo denúncias de surtos de covid-19 nas plataformas da Petrobras. Em apenas uma semana, até esta sexta-feira, 21, foram contabilizadas denúncias de 236 contaminados em 18 embarcações operadas pela Petrobras nas bacias de Campos (RJ) e Santos (SP).

Grande parte dos infectados se encontra nas unidades P-51 (Campos), P-74 (Santos) e P-35 (Campos), que somam, respectivamente, 60, 40 e 35 casos positivos. Há ainda registros de 76 trabalhadores sob suspeita porque tiveram contato com os contaminados, sendo 46 deles na P-35 e o restante na P-74.

Na quinta-feira, 20, o Sindipetro-NF recebeu imagens de trabalhadores dormindo no chão de uma área externa da P-52, também em Campos. Há ainda informações de resultado positivo para covid em 29 pilotos dos helicópteros que fazem o transporte dos trabalhadores das embarcações para o continente.

"A FUP e os seus sindicatos filiados estão preocupados com os aumentos de casos de covid-19 nas embarcações da Petrobras e por isso vem agendando reuniões com a companhia, para acompanhar a real situação dos trabalhadores e buscar informações sobre a situação", disse em nota o diretor de Segurança, Meio Ambiente e Saúde (SMS) da FUP, Antonio Raimundo Teles.

Os dados de covid-19 no setor de petróleo deixaram de ser divulgados pelo Ministério de Minas e Energia (MME) e pela Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP), sendo que a ANP disse que vai retomar a divulgação dessas informações e que já solicitou que as empresas enviem o número de casos para seu controle.

Procurada, a Petrobras disse que iria verificar as informações e retornaria assim que possível.

Estadão
Publicidade
Publicidade