PUBLICIDADE

J&F compra empresa recém lançada de óleo e gás com foco em América Latina

Óleo e Gás será o oitavo grande ramo de atuação do grupo J&F, conglomerado com empresas de alimentos (JBS), celulose (Eldorado Brasil), energia (Âmbar) entre outros

3 dez 2023 - 09h26
(atualizado às 09h27)
Compartilhar
Exibir comentários

O Grupo J&F, dos empresários Joesley e Wesley Batista, comprou a empresa de exploração e produção de petróleo e gás Fluxus, que acabou de formalizar acordo para adquirir ativos em produção na Argentina.

Será mantida a estrutura da Fluxus, com o fundador, o geólogo Ricardo Savini, agora como diretor-presidente. Savini, que fundou e presidiu a 3R Petroleum, é figura respeitada no setor. Segundo comunicado, a empresa será a "plataforma de investimentos" do J&F nos setores de óleo e gás na América Latina.

Em paralelo, a Fluxus celebrou contratos da primeira compra de ativos operacionais da Fluxus na Argentina. A empresa tem com a Pluspetrol um acordo de compra total de três blocos do campo Centenário, na província de Neuquén, e de 33% do campo de Ramos, na província de Salta.

O fechamento do negócio está previsto para 2024. Somadas, as duas operações na Argentina têm produção diária atual de 9,32 mil barris de óleo equivalente (boed) para a participação da Fluxus. Por dia, a Fluxus vai tocar 1,3 milhão de metros cúbicos de gás e 1,36 mil barris de petróleo.

Os irmãos Joesley e Wesley Batista, donos da J&F dona da empresa JBS
Os irmãos Joesley e Wesley Batista, donos da J&F dona da empresa JBS
Foto: Paulo Giandalia e Werther Santana/Estadão / Estadão

Futuro

Em nota, Savini, da Fluxus, informou que depois desse primeiro negócio na Argentina, a empresa analisa investimentos no Brasil, Bolívia e Venezuela, além de outros países. Haveria, portanto, um foco regional na América Latina. A Fluxus vinha sendo encarada por parte do mercado como uma empresa mais focada em exploração ou compra, melhora e revenda de ativos de óleo e gás, mas pode ganhar tendência mais perene com a chegada do J&F.

A empresa foi fundada esse ano por Savini, fundador e ex-presidente da 3R Petroleum, com passagem pela Petrobras; Jorge Lorenzón, ex-diretor da 3R Petroleum, com passagens por YPF, Pérez Companc e Petrobras; e Vitor Abreu, geólogo exploracionista que trabalhou para a Petrobras e ExxonMobil.

Expansão

Óleo e Gás será o oitavo grande ramo de atuação do grupo J&F, conglomerado com empresas de alimentos (JBS), celulose (Eldorado Brasil), energia (Âmbar), mineração (J&F Mineração), serviços financeiros (Picpay), higiene e cosméticos (Flora) e comunicação (Canal Rural). Com operações em 22 países e 290 mil empregados, o J&F tem receita anual de R$ 393 bilhões.

Estadão
Compartilhar
TAGS
Publicidade
Publicidade