PUBLICIDADE

IPCA: alta nos preços dos alimentos e bebidas puxa inflação de janeiro para 0,42%

No acumulado de 12 meses até janeiro, o IPCA teve alta de 4,51%

8 fev 2024 - 09h43
(atualizado às 10h31)
Compartilhar
Exibir comentários
Em janeiro, dos nove grupos de produtos e serviços pesquisados, sete tiveram alta.
Em janeiro, dos nove grupos de produtos e serviços pesquisados, sete tiveram alta.
Foto: Agência Brasil

O IPCA, índice oficial de inflação no País, ficou em 0,42% em janeiro, uma desaceleração em relação ao 0,56% registrado em dezembro, conforme mostrou o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) nesta quinta-feira, 8. 

Com o resultado de janeiro, o IPCA acumula alta de 4,51% nos últimos 12 meses. Segundo o IBGE, o que puxou a inflação foi o preço de alimentos e bebidas, que registrou alta de 1,38% em janeiro, após subir 1,11% em dezembro. 

Na sequência, destaca-se a alta de saúde e cuidados pessoais (0,83%). O grupo transportes, por sua vez, registrou queda no índice de janeiro (-0,65%). Os demais grupos ficaram entre o -0,08% de comunicação e o 0,82% de despesas pessoais.

O que ficou mais caro?

Em janeiro, dos nove grupos de produtos e serviços pesquisados, sete tiveram alta. A maior alta foi no grupo alimentos e bebidas, influenciada pelas altas da cenoura (43,85%), da batata-inglesa (29,45%), do feijão-carioca (9,70%), do arroz (6,39%) e das frutas (5,07%)

O que ficou mais barato?

O grupo de transportes ficou mais barato, influenciado pela queda no preço da passagem aérea e dos combustíveis (-0,39%). Em janeiro, houve recuo nos preços do etanol (-1,55%), do óleo diesel (-1,00%) e da gasolina (-0,31%)

Fonte: Redação Terra
Compartilhar
TAGS
Publicidade
Publicidade