PUBLICIDADE

Pendência no CPF por conta do Imposto de Renda? Veja como regularizar

Primeira coisa é entender o que está acontecendo com o documento

29 abr 2023 - 10h11
(atualizado às 10h49)
Compartilhar
Exibir comentários
Prazo final para a entrega da Declaração do Imposto de Renda Pessoa Física 2023 se encerra dia 31 de maio
Prazo final para a entrega da Declaração do Imposto de Renda Pessoa Física 2023 se encerra dia 31 de maio
Foto: Rmcarvalho/iStock

Não declarar o Imposto de Renda pode fazer com que o CPF do contribuinte fique com "pendência de regularização". E isso pode trazer algumas "dores de cabeça" para o cidadão. Caso este seja o seu caso, o Estadão traz um guia, com base em informações da Receita Federal, para que a situação seja resolvida.

A primeira coisa é entender o que está acontecendo com o documento. Outras situações podem deixar o CPF irregular, mas vamos focar no Imposto de Renda.

Se o CPF estiver "pendente de regularização", o contribuinte deverá acessar o e-CAC, portal da Receita, para verificar qual declaração pode estar com pendência. É sempre recomendável ter acesso prata ou ouro no sistema do governo federal - Gov.br - para a entrada irrestrita à plataforma.

O que você precisa saber sobre o IR 2023

De acordo com informações do site oficial do órgão do governo, "o seu CPF ficará regular assim que a declaração for processada. Normalmente, no dia seguinte o problema estará resolvido."

Quem tem de declarar IR?

Pessoas que receberam rendimentos tributáveis acima de R$ 28.559,70 em 2022 vão precisar apresentar a prestação de contas ao Fisco. Nesta categoria se encaixa, por exemplo, o salário recebido por profissional que atua sob regime de CLT.

E é sempre importante lembrar dois pontos: os rendimentos tributáveis fazem parte apenas de um dos itens que obrigam à entrega de IR, o que significa que é importante olhar todos, para que não haja risco de erro; e os dados a serem preenchidos neste ano são referentes ao ano-calendário - ou ano-base - 2022. Para conferir os outros sete itens que obrigam a prestação de contas ao Fisco .

Confira o calendário de restituição do IR de 2023

  • 1° lote: 31 de maio
  • 2° lote: 30 de junho
  • 3° lote: 31 de julho
  • 4° lote: 31 de agosto
  • 5° lote: 29 de setembro
Estadão
Compartilhar
Publicidade
Publicidade