PUBLICIDADE

HSBC e ações do setor de saúde pressionam mercado acionário europeu antes de ata do Fed

21 fev 2024 - 14h46
Compartilhar
Exibir comentários

O mercado acionário europeu caiu nesta quarta-feira, pressionado pelas ações do setor bancário após queda do HSBC devido a um balanço decepcionante, enquanto os investidores se preparavam para a atas da última reunião do Federal Reserve.

O HSBC teve queda de 8,4%, registrando a maior perda em um dia desde abril de 2020, após um encargo de 3 bilhões de dólares relacionado a participação em um banco chinês. O impacto minimizou o efeito de um lucro anual recorde do banco.

O índice pan-europeu STOXX 600 fechou em queda de 0,17%, a 491,05 pontos, com recuo de 1,1% do índice de bancos.

"Os investidores estão se concentrando nos resultados fracos do quarto trimestre, apesar de o banco ter aumentado suas recompras de ações e elevado seus dividendos para o ano inteiro ao nível mais alto desde 2008", disse Kathleen Brooks, diretora de pesquisa da XTB.

As ações de saúde ainda registraram perda de 0,8%, após atingirem um pico de 10 meses na sessão anterior.

Os investidores agora voltarão suas atenções para os Estados Unidos, com as divulgações da ata da última reunião do Fed para avaliar a trajetória da taxa de juros do banco central e do balanço da Nvidia.

Em LONDRES, o índice Financial Times recuou 0,73%, a 7.662,51 pontos.

Em FRANKFURT, o índice DAX subiu 0,29%, a 17.118,12 pontos.

Em PARIS, o índice CAC-40 ganhou 0,22%, a 7.812,09 pontos.

Em MILÃO, o índice Ftse/Mib teve valorização de 1,00%, a 32.018,40 pontos.

Em MADRI, o índice Ibex-35 registrou alta de 0,69%, a 10.107,20 pontos.

Em LISBOA, o índice PSI20 valorizou-se 0,39%, a 6.250,49 pontos.

Reuters Reuters - Esta publicação inclusive informação e dados são de propriedade intelectual de Reuters. Fica expresamente proibido seu uso ou de seu nome sem a prévia autorização de Reuters. Todos os direitos reservados.
Compartilhar
TAGS
Publicidade
Publicidade