PUBLICIDADE

Escritório volta a esclarecer sobre caso de ordens de despejo contra TNG

10 jun 2021 18h19
ver comentários
Publicidade

O escritório Moraes Jr Advogados esclareceu novamente nesta quinta-feira, 10, que o Tribunal de Justiça de São Paulo (TJ-SP) suspendeu o cumprimento de ordens de despejo contra a TNG e, consequentemente, as ordens proferidas pelos juízes.

Dessa forma, as demandas de despejo não poderão ser efetivadas, impedindo que os locadores retomem os imóveis, como havia sido divulgado anteriormente.

Com o pedido de recuperação judicial protocolado recentemente, a varejista TNG obteve a suspensão das ordens de despejo dos pontos comerciais em shoppings centers.

"Os pontos comerciais, são ativos da recuperanda, e representam fonte de renda para a companhia. Retirá-la desses locais impactaria diretamente em sua recuperação judicial, e consequentemente na sobrevivência da companhia e no pagamento das dívidas cotidianas e na projeção e pagamento dos credores sujeitos à recuperação judicial, inclusive os locadores destes imóveis", comenta Odair de Moraes Jr, sócio do escritório Moraes Jr. Advogados, que assessora a recuperação judicial da TNG.

Ele afirma que, nos próximos dias, a companhia deve apresentar o plano de recuperação judicial.

Estadão
Publicidade
Publicidade