0

Saiba os 8 erros mais comuns das lojas na Black Friday

26 nov 2014
09h00
atualizado às 09h59
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator

Lojas virtuais pequenas e médias veem na Black Friday uma grande oportunidade de crescer, por isso, a cada ano, apostam na data para amealhar negócios e fortalecer as suas marcas. Nesta quinta edição do maior evento do varejo online do País, não será diferente. Porém, é preciso tomar alguns cuidados para não transformar o sonho em pesadelo.  “Todo mundo fica ansioso para vender, mas se esquece que cada conversão precisa de uma logística. É arriscado, por exemplo, vender um produto que não está no seu estoque ou do seu fornecedor”, explica Adriano Caetano, diretor da Loja Integrada, plataforma de criação de loja virtual gratuita.

Segundo ele, a logística é responsável pela maior parte dos erros cometidos durante a Black Friday.  Caetano lembra que, neste ano, mais nichos devem integram o evento, e não apenas os setores de tecnologia. E para ajudar o pequeno empreendedor virtual a não transformar a ocasião em uma grande cilada, ele listou 8 dicas fundamentais:

1 – Um bom pós-venda é fundamental
Nem sempre o objetivo da Black Friday para uma loja virtual é apenas vender. A promoção também serve para fazer branding e fidelização da clientela. O lojista não pode se esquecer de criar uma estratégia de pós-venda para continuar a comunicação com os clientes que já compraram uma vez.

Selo busca garantir desconto real de lojas na Black Friday

Expectativa é de recorde na Black Friday brasileira

2 – E-commerce bonito vende mais
O layout da sua loja virtual está harmonioso e organizado para o consumidor visualizar os produtos? Essa é uma preocupação que poucos lojistas têm na hora de participar da promoção, mas é essencial para a conversão. A loja virtual precisa estar convidativa para o consumidor.

3 – Página fora do ar jamais
Cuidado com seu limite de visualizações. Se a promoção for grande, aumente seu servidor ou plano ou faça algo apenas para os seus clientes. Nada pior do que uma página fora do ar quando está todo mundo na internet.

4 – Descontos? Só os reais
O consumidor está muito esperto com a Black Friday e sabe exatamente o que é promoção de verdade. Antes de entrar na grande liquidação, faça as contas, reveja as margens e promova grandes negócios aos seus clientes.

5 – Flexibilize os pagamentos
Evite fazer distinções na promoção, concedendo desconto apenas para quem paga à vista ou em boleto. Formas de pagamento são importantes para fidelizar o consumidor e atrair novas vendas.

6 – Seja pontual. Sempre
A venda não é o último contato com o cliente, mas todo o processo. O maior número de reclamações na edição passada foi a falta de pontualidade na entrega. Se prepare antecipadamente e dê prazos reais.

7 – Antecedência é a alma do negócio
Não deixe para divulgar sua participação no Black Friday na última hora. Alguns empreendedores virtuais acreditam que isso pode diminuir a conversão ao longo do mês, já que o consumidor pode esperar o Black Friday. Mas o que é melhor – comprar na sua loja ou da concorrência?

8 – Diga presente
No dia da promoção, fique 100% do tempo focado na sua loja. Esteja nas redes as redes sociais e prepare o e-mail e telefone para tirar dúvidas. É uma de aumentar a conversão e dar prestígio ao negócio.

Veja também:

Decreto de Bolsonaro obriga postos a informar composição de preços de combustíveis
Fonte: Dialoog Comunicação
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade