PUBLICIDADE

Pessoas sem filhos devem se planejar por autonomia na 3ª idade

Especialista diz que é possível ter longevidade ativa sem suporte familiar, por meio de um bom planejamento

7 dez 2022 - 06h10
Compartilhar
Exibir comentários
Foto: Adobe Stock

A cada ano, cresce o número de casais sem filhos. Ao mesmo tempo, cresce também a quantidade de pessoas que optam por não terem filhos. O fato é que hoje em dia a paternidade e a maternidade já não são vistas como absoluta prioridade e nem meta de vida para ser alcançada.

No Brasil, segundo levantamento realizado pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), em 10 anos o número de casais sem filhos passou de 15% para 20%. 

Márcia Sena, especialista em qualidade de vida na terceira idade e fundadora e CEO da Senior Concierge, empresa que dá suporte a pessoas com mais de 60 anos, relata que algumas pessoas decidem por não terem filhos por conta da impossibilidade e outras simplesmente por não desejar. Porém, ainda, existe uma certa imposição social que o casal precisa ter filhos para garantir amparo na velhice.

“É preciso desmistificar que só os casais que tiveram filhos terão suporte na velhice, pois é possível passar pela terceira idade com autonomia e qualidade, independente de filhos ou não”, relata Márcia.

A expectativa de vida aumenta a cada ano

Com o avanço da medicina, da tecnologia e dos meios de informação, o fato é que aumentou a expectativa de vida e as pessoas estão vivendo muito mais do que gerações passadas. Por isso, é fundamental fazer planos para a velhice, principalmente para aquelas pessoas que não têm suporte familiar.

“Por outro lado, vale lembrar que o fato de a pessoa não ter tido filhos não significa que não terá amparo e cuidado, por isso, planejar antecipadamente a velhice é importante, pois te dará a possibilidade de gerenciar essa fase”, lembra a especialista.

Dicas para você se planejar pra terceira idade

Márcia Sena elenca algumas sugestões de como se planejar para ter uma terceira idade de qualidade sem depender de suporte familiar.

  • • Planejamento financeiro

“É essencial que as pessoas realizem um planejamento para envelhecer com antecedência. Dado que é preciso se programar para usufruir bem do dinheiro na velhice e ter condições de ter um suporte para manter a autonomia”, diz ela.

  • • Planos saudáveis

“Partindo do ditado popular que aquilo que se planta é o que se colhe, o cuidado com a saúde desde novo é importante para colher uma boa longevidade e autonomia. Sendo assim, é fundamental ter uma alimentação saudável, praticar atividades físicas e ter planos saudáveis que contribuem para a saúde.”

  • • Planeje a rede de apoio

“A construção de rede de apoio é fundamental para o idoso, mas que não se reflete necessariamente em filhos – podem ser familiares, vizinhos e amigos, que prestam auxílio quando preciso e que constroem uma rede de interação social, que é um pilar importante da longevidade, mas também pode ser um suporte em casos de emergência.”

  • • Busque empresas especialista em idosos

“Garantir uma qualidade na terceira idade é fundamental, pois o processo de envelhecimento traz consigo alguns aspectos bons na vida desse idoso, e outros que podem impactar diretamente na sua saúde”, finaliza ela. 

Apesar dos esforços para garantir uma longevidade cada vez mais ativa, a maioria dos idosos passam por algum tipo de fragilidade nessa fase. Com isso, vale a pena começar a buscar empresas especializadas no suporte, prevenção e cuidados com os idosos.

Redação Dinheiro em Dia
Compartilhar
Publicidade
Seu Terra












Publicidade