PUBLICIDADE

"Não há vencedores nem vencidos", diz Lira após renúncia de CEO da Petrobras

Na sexta-feira passada, após a estatal anunciar um novo aumento nos preços dos combustíveis, Lira defendeu a renúncia imediata de

20 jun 2022 14h24
| atualizado às 18h11
ver comentários
Publicidade
O presidente da Câmara Arthur Lira (Progressitas-AL) comentou a renúncia do presidente da Petrobras, José Mauro Coelho
O presidente da Câmara Arthur Lira (Progressitas-AL) comentou a renúncia do presidente da Petrobras, José Mauro Coelho
Foto: PAULO SERGIO/AGÊNCIA CÂMARA / Estadão

Horas após a renúncia do presidente da Petrobras, José Mauro Coelho, o presidente da Câmara dos Deputados, Arthur Lira (PP-AL), afirmou nesta segunda-feira não há vencedores nem vencidos e que a hora é de humildade por parte de todos. 

"Não há o que comemorar nos fatos recentes envolvendo a Petrobras. Não há vencedores, nem vencidos. Há só o drama do povo, dos vulneráveis e a urgência para a questão dos combustíveis", disse.

"A hora é de humildade por parte de todos, hora de todos pensarem em todos e de todos pensarem em cada um. A intransigência não é o melhor caminho. Mas não a admitiremos. A ganância não está acima do povo brasileiro", emendou ele, em publicações no Twitter.

Na sexta-feira passada, logo após a estatal anunciar um novo aumento nos preços da gasolina e do diesel, Lira defendeu a renúncia imediata de Mauro Coelho do cargo ao argumentar que ele não representava o acionista majoritário da empresa --a União-- e o acusar de trabalhar contra o povo brasileiro.

Reuters Reuters - Esta publicação inclusive informação e dados são de propriedade intelectual de Reuters. Fica expresamente proibido seu uso ou de seu nome sem a prévia autorização de Reuters. Todos os direitos reservados.
Publicidade
Publicidade