0

Motorista a 150 km/h atira em carro na estrada e posta vídeo

O motorista alega que atirou para se proteger após o condutor de um Nissan 370Z tê-lo ameaçado com uma arma de fogo

30 set 2020
19h09
atualizado às 19h09
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator

Um dos medos mais recorrentes é a violência no trânsito, seja ela por assalto, acidentes ou brigas. Pois um motorista na Flórida (EUA) participou de uma cena inacreditável que até o momento, achávamos que só veríamos em filmes de ação: ele começou a atirar no carro da frente pelo próprio para-brisa após o veículo ter batido em sua caminhonete e o ameaçado.

O momento foi registrado pela câmera do painel e postado no Youtube pelo próprio motorista, Marco Mazzetta. No vídeo, podemos ver um Nissan 370 Z vindo em alta velocidade e forçando o veículo de Manzzetta a acelerar, de modo que encosta na traseira do veículo. Ao condutor frear, o carro bate na caminhonete.

Foto: REPRODUÇÃO/YOUTUBE / Estadão Conteúdo

Nesse momento, o esportivo o ultrapassa, diminui a velocidade e aponta uma arma em sua direção, três vezes, como registrado no vídeo. Então, Marco começou a disparar tiros na direção do motorista do Nissan através de seu para-brisa, enquanto dirigia a 150 km/h.

Confira o vídeo:

Segundo o condutor, ele estava tentando se defender pois acreditou que ele e o passageiro estavam correndo risco de serem baleados. Ele não pareceu arrependido e foi à delegacia reportar o incidente. Em entrevista ao Wesh 2, escreveu por mensagem "Não sou fã de armas; sou fã de não levar um tiro".

Kim Montes, da Patrulha Rodoviária da Flórida, afirmou o perigo de discutir com outros motoristas no trânsito: "Você não sabe a mentalidade do motorista com quem você pode se envolver nesse tipo de situação. Muitas pessoas carregam armas em seus carros. Isso poderia ter se intensificado e alguém ser baleado".

No Brasil, brigas de trânsito causaram pelo menos 39 mortes em 2019, segundo levantamento do programa Fantástico, da Rede Globo. Vinte e três pessoas faleceram por arma de fogo derivada de uma situação no trânsito. O número engloba também mortes por brigas, atropelamento proposital e facadas.

Veja também:

Eldorado Expresso: Fome no Brasil
Estadão
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade