0

Ministro: Brasil não descarta mais hidrelétricas na Amazônia

25 mar 2019
11h26
atualizado às 11h45
  • separator
  • comentários

O governo brasileiro está aberto a avaliar novos projetos hidrelétricos na região da Amazônia, mas a decisão sobre eventuais novos empreendimentos dependerá de uma análise técnica do órgão ambiental Ibama, disse nesta segunda-feira o ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles.

O ministro defendeu ainda uma análise técnica dos processos de licenciamento ambiental de projetos hídricos, ao falar durante seminário da associação de relações governamentais Abrig.

O ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles
O ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles
Foto: Ronaldo Silva / Futura Press

"Amazônia é área sensível. É completamente diferente de fazer obra hidrelétrica no Sudeste, Centro-Oeste, enfim. Amazônia é um lugar plano, cada lugar que alaga tem consequências seriíssimas. Quem vai determinar se é possível ou não é o Ibama, à luz de informações que o próprio setor levar ao órgão", explicou Salles.

Veja também

Garçons com deficiência combatem discriminação na Sérvia

 

Reuters Reuters - Esta publicação inclusive informação e dados são de propriedade intelectual de Reuters. Fica expresamente proibido seu uso ou de seu nome sem a prévia autorização de Reuters. Todos os direitos reservados.

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade