PUBLICIDADE

Primeira vacinada contra covid no Brasil vai participar de "Sintonia"

1 jan 2022 22h10
ver comentários
Publicidade
Foto: Divulgação/Governo de São Paulo / Pipoca Moderna

A enfermeira Mônica Calazans, que ficou conhecida como primeira pessoa a receber vacina contra covid-19 no Brasil, vai virar atriz aos 55 anos. Ela terá uma participação especial na 3ª temporada de "Sintonia", produção da Netflix.

A aparição foi revelada neste sábado (1/1) pela coluna de Mônica Bergamo na Folha de S. Paulo. Mas sem detalhes. "Não posso dar spoiler", ela disse ao ser perguntada sobre seu papel.

Durante uma entrevista para o jornal, a enfermeira da UTI do Instituto de Infectologia Emílio Ribas e do Pronto Atendimento São Mateus revelou que não sabia que seria a primeira pessoa brasileira vacinada, quando foi escolhida pelo governador João Doria para receber a dose de Coronavac que inaugurou a campanha nacional de vacinação.

Por curiosidade, ela retribui vacinando o próprio governador, quando chegou a vez dele de se imunizar.

Ela também se divertiu contando todas as vezes que soube que tinha morrido por meio de fake news negacionistas. Foram quatro.

A primeira aconteceu quando voltava para sua casa no bairro de Itaquera, na zona leste da capital paulista, quando ouviu de um motorista de aplicativo que a primeira pessoa vacinada contra a Covid-19 no Brasil não tinha resistido ao imunizante.

Na segunda, precisou mandar uma foto como prova de vida a um jornalista que, pelo mesmo motivo, estava preocupado.

A terceira morte foi em um evento, quando uma mulher começou a chorar. "Lá na minha cidade o povo pensa que você morreu", disse a desconhecida emocionada ao vê-la viva.

Por fim, outra enfermeira lhe garantiu ter sido informada de que "a primeira vacinada no Brasil morreu".

Bem viva, ela poderá ser vista em breve na Netflix.

Pipoca Moderna Pipoca Moderna
Publicidade
Publicidade