PUBLICIDADE

Felipe Velozo será lutador de MMA e prostituta do século 19 em série de terror da HBO

27 nov 2021 20h14
ver comentários
Publicidade
Foto: Divulgação/Will Vieira / Pipoca Moderna

O ator baiano Felipe Velozo, que estrelou a série "Irmãos Freitas" e vive um frei ligado ao movimento comunista no filme "Marighella", terá papel duplo em "Névoa", primeira série brasileira de terror da HBO, prevista para o ano que vem.

Na produção, ele interpretará um lutador de MMA chamado Coiote e um espírito que o possui, de nome Dalva, que é uma prostituta do século 19.

Em entrevista para a coluna de Patricia Kogut, no jornal O Globo, Velozo descreveu o trabalho como "um desafio". "São dois polos. Tem o extremo da masculinidade e o lado da feminilidade afloradíssima. É interessante um único trabalho mexer com energias tão opostas", ele comentou.

O ator, que ganhou 10kg de massa muscular para interpretar o personagem, também explicou o enredo:

"Coiote se junta a um grupo de pessoas para fazer uma trilha até um lugar misterioso. Lá existe uma cidade, Vale do Sereno, com pessoas esquisitas e onde acontecem rituais. O lazer acaba virando terror. Eles revisitam o passado, seus medos…"

O elenco também inclui traz Caroline Abras ("O Mecanismo"), Daniel Rocha ("Irmãos Freitas"), Osvaldo Mil ("O Mecanismo"), Michel Bercovitch ("Impuros"), Guta Ruiz ("Toda Forma de Amor"), Jiddu Pinheiro ("Treze Dias Longe do Sol"), Julia Lanina ("Reality Z"), Juliana Lourenção ("Amazônia Oculta"), Marcos de Andrade ("Aruanas"), Roney Villela ("1 Contra Todos") e James Turpin ("Bacurau").

Criada por Fábio Mendonça ("Destino") e Antônio Tibau ("Crônicas da Pandemia"), "Névoa" teve suas gravações iniciadas no começo de 2020 em São Paulo, Cotia, Paranapiacaba e outras cidades do interior paulista, mas precisou dar uma pausa nos trabalhos devido à pandemia. A produção foi retomada em agosto e as gravações devem ser concluídas em dezembro.

"É uma história linda e potente. Um thriller de suspense, terror e drama. É um gênero pouco explorado no Brasil. Acho que vai fazer muito sucesso", acrescentou.

Pipoca Moderna Pipoca Moderna
Publicidade
Publicidade