PUBLICIDADE

Reality Shows

Patrocínio Logo do patrocinador

Diego Alemão vai pagar multa para se livrar da prisão

4 dez 2023 - 15h37
Compartilhar
Exibir comentários
Foto: X/Fofocalizando / Pipoca Moderna

O ex-BBB Diego Alemão fechou um acordo com o Ministério Público do Rio de Janeiro após ser detido em setembro por porte ilegal de arma. A pena prevista para o crime é de dois a quatro anos de detenção, mas ele deverá pagar R$ 10 mil ao Instituto Nacional do Câncer (Inca) para encerrar a ação.

A justificativa é que o crime cometido pelo vencedor do "BBB 7" foi considerado de baixo potencial ofensivo. Entretanto, caso descumpra o acordo, voltará a ser processado.

Enquanto a audiência de homologação do acordo não é marcada, Diego Alemão segue internado em uma clínica de reabilitação na Califórnia, nos Estados Unidos, para tratamento contra drogas e depressão, onde deu entrada em outubro.

Ele é conhecido por ajudar dependentes químicos há anos, e foi um dos responsáveis pelo tratamento do ator Sérgio Hondjakoff, o Cabeção da "Malhação" (2000).

 

O que aconteceu?

Apesar do MP considerar o crime de baixo potencial ofensivo, testemunhas afirmaram à policia que Diego Alemão teria usado um revolver para ameaçar pessoas na região de Ipanema, zona sul do Rio, na noite de 26 de setembro.

O repórter Marcus Sadok, da Band, contou no programa "Melhor da Tarde": "Testemunhas contaram isso. O relato é esse: que ele estava alterado, pega esse revólver, começa a dizer que vai atirar em todo mundo. Chamaram a polícia e quando ele viu a polícia chegando ele fugiu em um táxi. A polícia fez uma perseguição. Ele primeiro negou que a arma fosse dele. Aí ele assume na delegacia que a arma é dele", detalhou.

Ao sair da delegacia, Diego fez questão de parar para falar com a imprensa ("bando de urubu") presente na porta da delegacia, mandando os jornalistas tomarem naquele lugar.

O motorista de aplicativo que o pegou na delegacia ainda disse que o vencedor do "BBB 7" surtou na viagem. Como estava sem celular, Diego pediu emprestado o aparelho do condutor. "E aí foi surto atrás de surto. O maluco pediu meu telefone pra ligar pra não sei quem. A mulher dele terminou com ele no vídeo, na minha frente, tudo no meu celular", descreveu o motorista conhecido como Xaga.

Logo depois da corrida, Diego Alemão foi internado na clínica de reabilitação para cuidar de uma depressão e uso de substâncias químicas, e posteriormente encaminhado para um hospital psiquiátrico. Posteriormente, deu baixa para se tratar numa clínica nos EUA, acompanhado por seu advogado.

Pipoca Moderna Pipoca Moderna
Compartilhar
Publicidade
Publicidade