0

Nasce um artista: Jakson Follmann está pronto para o sucesso

Embaixador da Chapecoense mostra que nasceu para o palco ao roubar a cena em reality musical da Globo

28 out 2019
17h15
  • separator
  • 0
  • comentários

Há pessoas que nascem com uma estrela. Cedo ou tarde, o brilho prevalece. No domingo (27), Jakson Follmann resplandeceu na estreia da terceira temporada do Popstar.

O ex-goleiro da Chape gosta de cantar e tocar violão nas horas livres
O ex-goleiro da Chape gosta de cantar e tocar violão nas horas livres
Foto: Instagram / Reprodução

O ex-goleiro da Chapecoense e sobrevivente do acidente aéreo de 2016 ficou em primeiro lugar no ranking – empatado com a atriz Helga Nemetik – na primeira apresentação aos jurados.

Ele não poderia ter escolhido canção mais adequada para marcar presença no programa e emocionar o júri, a plateia e os telespectadores.

Cantou Tente Outra Vez, clássico de Raul Seixas. Versos como ‘Tenha fé em Deus / Tenha fé na vida / Tente outra vez!’ e ‘Tente! / Levante sua mão sedenta / E recomece a andar’ parecem ter sido escritos para descrever a superação protagonizada pelo atleta que teve parte da perna direita amputada devido à gravidade dos ferimentos no desastre na Colômbia.

A performance poderosa resultou em nota máxima dos jurados técnicos. Entre eles, os cantores Maria Rita, Dinho Ouro Preto e Rosana. A audiência interativa deu 9,4. Ao lado de Helga, Jakson está à frente dos outros 11 competidores famosos.

“Mais um momento emocionante na vida do galo véio aqui”, escreveu Follmann no Instagram, ao comentar o início surpreendente no Popstar. Para o telespectador também foi pura emoção.

Na sexta-feira (25), ao participar do Conversa com Bial, ele revelou que sempre quis ser cantor. Participou de festivais na adolescência e integrou um grupo regional no Sul. A carreira nos gramados nunca o afastou do sonho de viver de música.

O acidente aéreo trouxe a preocupação de não conseguir mais usar a voz. “Fiquei quarenta dias sem falar. Tive uma fratura na (vértebra cervical) C1 e na C2, coloquei um parafuso pela frente e isso acabou afetando um pouco das cordas vocais”, contou.

“Eu ficava muito triste, muito preocupado porque eu amo música. Sempre estava cantando nas concentrações, levava o violão nos churrascos. Me preocupava: ‘Será que vou conseguir voltar a cantar?’.”

Pelo que se viu no Popstar, Jakson Follmann tem mais do que uma voz forte e agradável. Possui aquele carisma intrínseco que nenhuma teoria musical ensina. Canta sorrindo, com os sentimentos expostos em cada nota.

Obviamente que a tragédia pessoal induz a uma empatia imediata, porém, não é suficiente para garantir um desempenho elogiável na competição. O programa exige talento e magnetismo de palco – duas características que o ex-goleiro tem ainda em estado bruto.

Nas mãos de um produtor musical sagaz, Jakson Follmann pode trilhar uma carreira artística de sucesso, no híbrido mpb-pop-sertanejo. A estrela do gaúcho de 27 anos pode ficar ainda mais radiante com a ajuda dos refletores de TV.

Veja também:

 

Sala de TV Blog Sala de TV - Todo o conteúdo (textos, ilustrações, áudios, fotos, gráficos, arquivos etc.) deste blog é de responsabilidade do blogueiro que o assina. A responsabilidade por todos os conteúdos aqui publicados, bem como pela obtenção de todas as autorizações e licenças necessárias, é exclusiva do blogueiro. Qualquer dúvida ou reclamação, favor contatá-lo diretamente no e-mail beniciojeff@gmail.com.
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade