6 eventos ao vivo

5 séries para debater o consentimento sexual

Após repercussão do caso Mari Ferrer, a equipe do Terra selecionou algumas obras para ajudar a aprofundar o debate sobre o tema

9 nov 2020
09h00
atualizado às 16h35
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator

Na última semana, o caso da blogueira Mariana Ferrer tomou conta das redes sociais e levantou um debate importante sobre violência sexual e consentimento. Apesar do depoimento da jovem e das provas de que foi vítima de um estupro em uma festa, enquanto estava inconsciente, o juiz Rudson Marcos decidiu inocentar o empresário André de Camargo Aranha por falta de evidências.

 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

CONSENTIMENTO 🖐🏼 Na última semana, o caso da blogueira Mariana Ferrer tomou conta das redes sociais e levantou um debate importante sobre violência sexual e consentimento. Apesar do depoimento da jovem e das provas de que foi vítima de um estupro em uma festa, enquanto estava inconsciente, o juiz Rudson Marcos decidiu inocentar o empresário André de Camargo Aranha por falta de evidências. Para aprofundar esse debate, a equipe do Terra reuniu cinco sugestões de séries que tratam do tema e podem ajudar a trazer novas perspectivas para a discussão. #Consentimento #AbusoSexual #MariFerrer #Séries #Euphoria #GrandArmy #BigLitteLies #IMayDestroyYou #TheMorningShow

Uma publicação compartilhada por SEU MUNDO, SIMPLES (@terrabrasil) em

 

Segundo o promotor, não houve crime doloso - ou seja, intencional, já que o acusado não teria percebido que a vítima não tinha condições de consentir a relação. Portanto, de acordo com a sentença, 'não houve a intenção de estuprar'.

Para aprofundar esse debate sobre estupro e consentimento sexual, a equipe do Terra reuniu cinco sugestões de séries que tratam do tema e podem ajudar a trazer novas perspectivas para a discussão. A seleção contempla tramas baseadas em histórias reais e fictícias, que debatem o estupro marital, estatutário, a prática do stealthing (remoção proposital e não consentida do preservativo) e o abuso em relações heteroafetivas e homoafetivas. Confira abaixo:

Franca e provocadora, 'I May Destroy You' tem criação, roteiro, produção executiva e papel principal da ganhadora do Prêmio BAFTA, Michaela Coel
Franca e provocadora, 'I May Destroy You' tem criação, roteiro, produção executiva e papel principal da ganhadora do Prêmio BAFTA, Michaela Coel
Foto: HBO / Divulgação

I May Destroy You (HBO)

Arabella é uma jovem escritora, considerada a “voz da sua geração”. Após ser agredida sexualmente em uma boate, sua vida muda de modo irreversível e ela se vê obrigada a reavaliar tudo. Enquanto luta para assimilar o que aconteceu, a Arabella apresenta vários debates sobre consentimento sexual em relações heteroafetivas e homoafetivas.

Grand Army (Netflix)

A série acompanha cinco jovens em uma das maiores escolas públicas de Nova York. Em uma dessas histórias, Joey fica bêbada e é abusada sexualmente por dois amigos. Enquanto tenta provar que foi estuprada, ela precisa lidar com o descrédito da justiça, os julgamentos dos colegas na escola e o sentimento de culpa. 

Baseado no livro mais vendido de Liane Moriarty, 'Big Little Lies' conta com Reese Witherspoon, Nicole Kidman e Shailene Woodley no elenco
Baseado no livro mais vendido de Liane Moriarty, 'Big Little Lies' conta com Reese Witherspoon, Nicole Kidman e Shailene Woodley no elenco
Foto: HBO / Divulgação

Big Little Lies (HBO)

Celeste vive em silêncio uma relação abusiva com o marido, Perry, sofrendo diversos tipos de violência de gênero – verbal, física, sexual, psicológica e econômica – da qual não pode escapar. As agressões levantam um debate sobre consentimento e violência sexual dentro de um relacionamento.

The Morning Show (Apple TV +)

Em uma famosa emissora de TV, um jornalista é acusado de assédio sexual por diversas funcionárias. Após ser denunciado e demitido, ele alega que as relações eram consensuais, promovendo uma discussão importante sobre abuso de poder, estupro e consentimento.

'Euphoria' segue um grupo de estudantes do ensino médio e suas questões cotidianas
'Euphoria' segue um grupo de estudantes do ensino médio e suas questões cotidianas
Foto: HBO / Divulgação

Euphoria (HBO)

A série gira em torno de um grupo de colegas do ensino médio que enfrentam problemas característicos da adolescência. Com Jules, uma uma jovem transexual menor de idade, o debate sobre consentimento e abuso sexual pode ser aprofundado. A adolescente começa uma relação pela internet com um desconhecido. No primeiro encontro, após descobrir que seu contato tratava-se um homem casado de 46 anos, Jules é abusada sexualmente.

Quer participar da discussão? Escreva nos comentários a sugestão de um filme ou série que discuta o consentimento sexual. 

Veja também:

Bom dia, Verônica: elenco discute violência doméstica

 

Fonte: Equipe portal
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade