PUBLICIDADE

'Neyção' e brasileiros lotam Rock in Rio em dia de veteranos

22 set 2017 16h32
| atualizado às 21h54
ver comentários
Publicidade

Em dia marcado pela expectativa dos shows de veteranos do rock no palco Mundo, as "misturas" brasileiras do Sunset agradaram ao público que lotou o Parque Olímpico da Barra nesta sexta-feira. A organização do festival mais uma vez apostou em parcerias inusitas no palco secundário, com presença maciça de atrações nacionais no quinto dia de música na capital fluminense.

O principal e mais aguardado show do Sunset misturou o peso e o maracatu da Nação Zumbi com a voz poderosa de Ney Matogrosso, cantando juntos músicas dos tempos de Chico Science na banda pernambucana e da lendária Secos & Molhados, a qual Ney fez parte na década de 70. A parceria deu tão certo que o Sunset esteve lotado e o público cantou junto todas as músicas, apelidando o show de 'Neyção Zumbi'.

O Grande Encontro
O Grande Encontro
Foto: Carolina Moura/Estácio / Divulgação

Mais cedo, o show "O Grande Encontro" relembrou clássicos das carreiras de Elba Ramalho, Alceu Valença e Geraldo Azevedo, fazendo o público dançar. Na parte final do show, o trio recebeu a companhia da Banda de Pífanos Zé do Estado e do Grupo Grial de Dança.

Outra atração que sacudiu o Sunset foi o Baiana System, que mostrou bastante peso aliado a influências carnavalescas e folclóricas. A apresentação ganhou a mistura inusitada da cantora Titica, a transexual que já é o maior nome do kuduro na Angola e ícone da contra-cultura africana. Antes, o grupo Sinara abriu os trabalhos no palco recebendo a participação especial de Mateus Aleluia.

Jota Quest
Jota Quest
Foto: I Hate Flash/Rock in Rio / Divulgação

Já no palco principal da atração, o Jota Quest se apresentou pela terceira vez no festival, tocando muitos hits da carreira e abusando dos discursos políticos. Mais tarde, será a vez de três bandas gringas que irã representar o rock. Formada por ex-integrantes do Creed, o norte-americano Alter Bridge vai apresentar seu som metal alternativo post-grunge. 

Em seguida será a vez dos veteranos: presente na cena pop das últimas três décadas, o Tears For Fears cantará seus sucessos que misturam pop, new wave e rock. E para finalizar a noite será a vez de Bon Jovi, no alto de seus 34 anos de carreira e mais de 19 álbuns gravados.

Veja também:

Ivete Sangalo agita casamentos do Rock in Rio:

 

Fonte: Equipe portal
Publicidade
Publicidade