0

"Queria levá-lo para um mundo mais saudável", diz amigo de Chorão

6 mar 2013
15h10
atualizado às 15h19
  • separator
  • comentários

Alex Poisé, amigo de Chorão há 15 anos, falou em entrevista ao Terra sobre a dor da perda do músico. "Nos vimos há uma semana e meia, ele estava bem mal e tentei tirá-lo do buraco da depressão. Sempre tentei colocá-lo em um astral melhor e queria trazê-lo para o meu lado, levá-lo para um mundo mais saudável, talvez dos esportes".

O criador de uma marca de roupas afirmou ainda que tentou encontrar com Chorão na noite da última terça-feira (5), mas que não conseguiu contato. "Da última vez que nos vimos, ele falou da depressão e que era causada por uma série de problemas com relacionamentos, família...".

"A morte do Chorão me pegou de surpresa. Soube hoje cedo, quando fui acordado pelo meu irmão. É difícil demais pensar que estivemos juntos há pouco tempo e agora ele não está mais aqui. Foi uma grande perda", falou, emocionado.

O enterro do músico será realizado nesta quinta-feira (7), às 15h. As informações são do site oficial da banda Charlie Brown Jr. O velório será na Arena Santos, em Santos, no litoral paulista, a partir das 20h de hoje.

Chorão, vocalista da banda Charlie Brown Jr., foi encontrado morto, em casa, no bairro de Pinheiros, na zona oeste de São Paulo. O motorista do cantor o encontrou desacordado e telefonou para o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu).

A Polícia Militar recebeu um chamado para averiguação de morte natural na residência do cantor às 5h18. O corpo foi encontrado no local e será examinado pela perícia. Inicialmente, o caso seria investigado pelo 14° DP, mas seguirá com o DHPP (Departamento de Homicídios e de Proteção à Pessoa). As causas da morte ainda são desconhecidas e o laudo sairá em 30 dias.

Fonte: Terra

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade